Abril 27, 2018

A vez das minisséries

Recebi "reclamações" de série maníacos por estar escrevendo muito mais sobre filmes, deixando as séries em segundo plano.  Afinal a coluna não chama Cine&Séries? Ok, pessoal, vocês têm razão. Nesta edição vou pedir licença para focar no meu formato favorito: as minisséries. Por terem 8, 10 episódios apenas, não correm o risco de ser irregulares como as séries longas. Normalmente são bem produzidas. Há as mais famosas, mas também tem muita coisa boa e pouco conhecida. Vou sugerir algumas menos badaladas que vi e gostei, mas a lista fica aberta para quem quiser acrescentar suas preferências.

Escreve aí, cineseriéfilo! Faça uma colunista feliz.

cineseries@portalmakingof.com.br ou no pé da própria coluna

------------------------------------------------

 

Sobre crimes reais

Para quem gosta do tema, há três minisséries interessantes no Fox Premium contando crimes famosos.

The Menendez Murders (Law &Order True Crime)- 8 episódios

O milionário José Menendez  e sua esposa Kitty  foram encontrados mortos  a tiros em casa pelos filhos Erik  e Lyle Menendez . Eles afirmaram que estavam no cinema quando o crime aconteceu e ao chegar acharam os pais ensaguentados na sala. Lyle começou a esbanjar o dinheiro da herança, enquanto corria a investigação que acabou apontando para ele e o irmão mais jovem. Acusados, entra em campo a advogada Leslie Abramson, interpretada por Edie Falcon ( a Carmela de "Os Sopranos"), o nome mais conhecido do elenco. Ela luta bravamente para inocentar Erik, por quem tem um carinho maternal. Com o andamento do processo, ele conta que era abusado pelo pai desde menino e que a mãe não interferia. Mas Leslie encontra um juiz osso duro de roer pela frente. Misógino, a tratava com desdém e recusava qualquer apelo. Tudo isso dura de 1989 a 1996. Quando o crime aconteceu, Lyle tinha 21 e Erik, 18 anos.

Ah, quase esqueci de outro personagem nefasto: o Dr.Jerome Oziel, psicólogo de Erik, antiético, ganancioso e fdp. Suas anotações acabam vazando , o que prejudica os dois irmãos. Ele é interpretado pelo outro nome famoso da minissérie, Josh Charles ( o Will de " The Good Wife"). Cuidado, spoiler: os dois acabam condenados a prisão pérpetua. Li que os dois irmãos se viram pela primeira vez na semana passada, depois de 20 anos em prisões separadas.

A minissérie não é espetacular, apenas boa. A produção de figurinos e maquiagem não acompanha o tempo que passa, por exemplo. Mas, vale conferir.

Os intérpretes dos irmãos Menendez


Os Menendez da vida real

------------------------------------------------

 

O assassinato de Gianni Versace – American Crime Story ( 9 episódios)

A minissérie mostra o assassinato do grande estilista italiano, porém está centrada na trajetória do assassino que matou não só Versace , mas outros quatro homens.

Andrew Cunanan, de 27 anos, era um garoto de programa que circulava nas altas rodas sociais graças aos seus clientes ou amigos. Nunca ficou claro se ele e Versace se conheciam. Donatela Versace, irmã e herdeira da marca que leva seu sobrenome, nega que se conhecessem. Na minissérie, Gianni e Cunanan tiveram um breve contato. O estilista foi o último a ser assassinado com dois tiros na nuca quando chegava em sua mansão de Miami. Cunanan fugiu, mas foi visto rapidamente e a polícia conseguiu descobrir quem era. Ele acaba se suicidando antes de ser preso. O personagem é muito bem interpretado por Darren Cris ( ator de "Glee") , que consegue criar suspense, pavor, mas em alguns momentos, inspirar pena. A série mostra a tragédia daquele que vestia famosos como Madona e Naomi Campbell, mas também retrata a obsessão da sociedade americana pela fama e os "satélites" que giram em torno dos holofotes, usando e sendo usados por quem detém poder e dinheiro.

Nunca ficou claro porque Andrew Cunanan, um desses "satélites" matou Versace,  mas por ser narcisista – traço de personalidade muito comum nos psicopatas – ele teria assassinado alguém famoso para fazer história. E fez, da pior forma possível.

Penelópe Cruz vive Donatella, a poderosa irmã, e Rick Martin, Antonio, o companheiro de Versace.


O ator Edgar Ramirez e  Gianni Versace


O ator Darren Criss e o verdadeiro Andrew Cunanan

------------------------------------------------

 

Trust. – 10 episódios

Uma série, contando uma história com princípio, meio e fim a cada temporada. A primeira, já em exibição, conta a história do sequestro de John Paul Getty III, neto do milionário Paul Getty, em 1973. Nessa família conturbada, onde o patriarca dominador humilha a todos, um dia some o neto hippie que carrega o nome dele. Foi armação ou o rapaz está realmente nas mãos de bandidos? O avô, avarento a ponto de reclamar do aumento de 10 centavos pelo jornal, diz que não vai pagar o resgate pois " tem 14 netos e se sequestrarem todos, ficará sem dinheiro".  Ele não muda de ideia nem quando recebe a orelha do rapaz. As reviravoltas mantém o ritmo e o suspense. O título é muito bem sacado: "Trust" significa confiança ou fundo de investimento.

O elenco é estelar: Donald Shuterland faz o asqueroso Paul Getty, Hilary Schwanke, que volta à TV depois de 20 anos, é a mãe do jovem, Brendan Fraser o advogado/investigador mandado à Roma para negociar com os prováveis sequestradores. A direção é de Dany Boyler, criador do mega sucesso oscarizado" Quem quer ser um milionário"?.

Como costuma acontecer quando se aborda histórias reais, uma herdeira dos Getty está processando o estúdio por considerar "uma descrição difamatória, cruel e malvada" da família. Seja como for, das três minisséries que falamos aqui, a mais bem produzida. (veja o trailer na abertura da coluna).

------------------------------------------------

 

O LIVRO QUE VIROU MINISSÉRIE

Uma escolha imperfeita /Apple Tree Yard – autora: Louise Doughty

Na tradução para o português o livro da inglesa Louise Doughty ganhou o título de "Uma Escolha Imperfeita" ( no original é algo como "pomar de macieiras"). Ela conta a história de Yvonne Carmichael, uma geneticista famosa, bem casada, com dois filhos. Um dia, ela conhece um homem charmoso , meio misterioso, e, num impulso, se lança numa excitante aventura, em pleno Parlamento inglês. Achando que poderá ter um caso extraconjugal sem maiores consequências, Yvonne vê seu mundo virar de cabeça para baixo, com resultados inimagináveis.

Não pense que é uma história erótica, dessas que vêm gerando best sellers. " Apple Tree Yard" mistura suspense, reflexões sobre o tratamento dado às mulheres e reviravoltas em uma história bem original.

A minissérie ( 2017 - 4 episódios )

A história é boa e a escolha da atriz para viver a geneticista é melhor ainda: Emily Watson. Que senhora atriz ! Ela disse  em entrevista que  gostou do roteiro porque " essa classe de mulheres não está realmente representada nas telas". Ben Chaplin, que vive o amante misterioso, é seu amigo de longa data, o que facilitou as cenas de sexo, nas quais ela exigiu não aparecer nua.

O desconhecido com quem  Yvonne viveria uma paixão diz ser consultor de segurança do Parlamento, mas Yvonne desconfia que seja um espião do MI5, o que torna o affair ainda mais excitante. Mas tudo é o que parece ( ou que a gente ACHA que parece)?
Seja quem for, ele é o único com quem Yvonne pode contar depois que  passa a ser assediada por um estudante sádico, que um dia a ataca. Nota: achei melhor apagar as próximas duas frases para não cometer spoiler, então veja a minissérie e descubra o que acontece. Lembrando que produções da BBC de Londres são garantia de qualidade.

Está disponível na Fox Premium.

------------------------------------------------

 

É COISA NOSSA

O Brasil também produz minisséries e não me refiro apenas às da TV aberta, principalmente da TV Globo. Há algumas também na TV fechada, embora em número bem inferior às séries. Escolhi uma pouco conhecida, mas interessante pelo tema.

Destino São Paulo ( 6 episódios – HBO)

O assunto é oportuno e está na berlinda com o drama dos refugiados e imigrantes ao redor do mundo e, claro, no Brasil.

Sinopse oficial: "Destino SP" aborda ficcionalmente a relação dos novos imigrantes que chegam à São Paulo diariamente com seus sonhos, esperanças, busca de oportunidades, frustrações e alegrias. São chineses, nigerianos, israelitas, bolivianos, coreanos e argentinos, os grupos abordados em cada um dos episódios. Ao longo de seis episódios, observamos um retrato intimista da metamorfose que o imigrante passa para superar as barreiras que encontra ao tentar se adaptar a essa complexa cidade. É sob o ponto de vista desses novos paulistanos que "Destino: São Paulo" coloca o amor, em todas as manifestações, como foco principal – eterno, passageiro, materno, fraterno, convencional ou polêmico. É a partir do amor que a minissérie disseca aquilo que há de universal nas relações humanas. Existe também: Destino: Rio de Janeiro.

------------------------------------------------

 

EM CARTAZ

Bons filmes, com entrada gratuita, em Florianópolis. Aproveite!

Cineclube Unisul – CIC-Centro Integrado de Cultura

O Lixo e o Sonho

Dia 26, 27, 28 e 29/04 -  20h

Direção: Lynne Ramsay - Gênero: Drama - País: Reino Unido Ano: 1999

Sinopse: Dublin, década de 70, ambientado durante a greve dos lixeiros, um garoto vê um amigo se afogar, sem ter nenhuma reação. Logo, tudo ao seu redor parece ter o mesmo destino, seja o pai que perambula por vários trabalhos, ou a amiga de vida fácil, que é seu único consolo. Retrato cruel e minucioso de uma juventude perdida e longe dos olhos do mundo.



Cineclube Fundação Badesc – Centro

Dia 27/04 – 19 horas

Falamos sobre esse filme na semana dos filme sobre os anos de chumbo. Eis aí a chance de ver ou rever.

Eles não usam black-tie

De Leon Hirszman. Brasil. 1981. 123 min. Drama. 14 anos. Com Gianfrancesco Guarnieri e Fernanda Montenegro.

Otávio é militante sindical e organiza um movimento grevista para resistir às práticas exploradoras de uma metalúrgica. Seu genro fura a greve quando descobre que a mulher está grávida.

 

Cineclube  Infantil – Cinema do CIC-Centro Integrado de Cultura

Dia 28/04/2018 – 16 horas

Sete Curtas-Metragens Nacionais (59,40")

Vovó Tá na Cozinha/ O filho do Vizinho/Escola de Ensino Fenomenal/A palavra muda/Bubble/Ba/Fora da Caixa/Hora do lanchêee/

------------------------------------------------

 

BEIJO DE CINEMA

Não exatamente de cinema; é um beijo da telinha...

O primeiro beijo de Yvonne e o homem misterioso...

------------------------------------------------

 

HASTA LA VISTA, BABY!

Frases de Cinema

"Quando você tem tudo o que poderia sonhar, o que você valoriza? Nada." ( John Paul Getty II – o filho do então homem mais rico do mundo)

" Antes de conhecer você eu era uma mulher civilizada, agora já não sei o que isso significa." ( anotação no diário da personagem Yvonne, de "Apple Tree Yard", referindo-se ao amante de quem não sabe o nome).

"Até conhecer você, eu não era o tipo de mulher a lançar a precaução ao vento, com base no princípio de que as coisas lançadas ao vento têm por hábito voltar e explodir em nosso rosto (...)" ( ainda Yvonne sobre a supreendente paixão).

------------------------------------------------

 

MENS@GEM PARA VOCÊ

Adorei "O Filho Uruguaio".Delicado,sensível,com boa trama e final bem construído.Recomendo. ( Eula Regina Maciel sobre o filme francês que falamos na coluna sobre cinema uruguaio.)

Obrigada pela avaliação, Eula. Quero muito assistir.

***

 

Fiquei esperando o beijo da Penélope Charmosa e do Peter Perfeito pra encerrar a coluna! Muito surpresa com o filme protagonizado pelo James Taylor. Vou procurar! Valeu... como sempre! (Dedé Ribeiro)

Tem razão, Dedé.  Imperdoável...rs ! Olha ela aí...

***

 

Aqueles que eram crianças em meados da década passada - e seus pais, naturalmente - não podem deixar de reivindicar a menção a Relâmpago McQueen (esse sobrenome, como aprendemos na coluna, não é mera coincidência...) e sua turma, com destaque para "Guido", o trocador de pneus apaixonado pela Ferrari!!

Prazer de leitura, pena que nesta edição tenha sido tão rápida...

Congratulações pela coluna, a cada semana mais indispensável para quem gosta de cinema e séries. (Mário Antonio)

É mesmo, Relâmpago McQueen de "Carros", homenagem ao grande Steve ! Obrigado por mandar a "carinha" dele.

------------------------------------------------

FORA DA PAUTA

O Cinema perdeu dois grandes diretores nos últimos dias:

Milos Forman, tcheco, 86 anos, diretor dos oscarizados "Um Estranho no Ninho" e "Amadeus"


 
Nelson Pereira dos Santos, brasileiro, 89 anos, um dos mais importantes da história do cinema nacional, diretor de "Vidas Secas", "Rio, 40 graus"





THE END
Tags:
cinema séries beijos de cinema arte cultura séries de TV netflix
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Brígida Poli

Brígida Poli

é jornalista. Cinéfila desde criancinha, converteu-se à mania das séries depois de assistir a "Os Sopranos". Não se considera crítica de cinema, apenas alguém que gosta de trocar ideias sobre a sétima arte.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!