Janeiro 06, 2019

A violência no Ceará e autoridades precipitadas

A violência no Ceará e autoridades precipitadas
REPRODUÇÃO INTERNET
 
A população do Ceará enfrenta onda de violência sem igual há quase uma semana com até agora 93 ações da bandidagem, a atuação da forna nacional de segurança sem sucesso e inúmeras prisões. Toda
essa confusão começou após a posse dos novos governantes e declarações de não haveria mais separação nos presídios de grupos rivais e haveria bloqueio de celulares. O estopim  acabou unindo as faccóes em um guerra contra o Estado, que atinge em cheio o bem público e leva terror a população.
 
A equipe do governador Camilo Santana, do PT, está sentindo a reação a algo cada vez mais comum hoje em dia: falar antes de agir.No caso, nem começou.  Diz o manual da boa gestão que o correto é ao contrádio.
 
De qualquer maneira, repete-se no Ceará,  episódios já ocorridos em outros Estados, em que a falta de presídios seguros e métodos eficazes de controle da massa carcerária, são um grandes problemas, um desafio imenso para Sérgio Moro e equipe.
 
Por outro lado, na recente campanha eleitoral, o candidato do PDT, Ciro Gomes, apresentava o Ceará como espéce de Estado modelo. Se vê agora que faltou  avisar aos bandidos,        
 
Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!