Outubro 27, 2018

Agora votar é com a gente

Agora votar é com a gente

Amigos, eu vi:

- uns cinco debates entre Moisés e Merisio,  um deles ao vivo da ACAERT,  no hotel  Majestic;

- pelos menos 30 programas eleitorais obrigatórios, inclusive replay. Usei uma segunda tela, porque não havia unanimidade de programação aqui em casa. Sugeriram até que eu consultasse Dr. Pedro Largura, psiquiatra amigo da família, para tratar compulsão;

- como sabemos, para presidente não houve debates. Por isso, assisti a todas as entrevistas individuais. Até a do Haddad ao Roda Viva. Nunca tantos entrevistaram tão poucos;

- vi também quase todos os programas da Central das Eleições da GloboNews.   

Aprendi a admirar o repórter e comentarista Valdo Cruz, a grande revelação dessas eleições na mídia, vindo da imprensa escrita. Maturidade  e precisão nas informações e comentários.

Cristiana Lobo ficou muito em cima do muro e Andréia Sadi, estreando em estúdio foi bem. Tem que se preparar mais, eliminando vícios de fala como colocar “ali” no meio da frase, ganhando tempo para pensar no que dizer a seguir.

Heraldo Pereira abandonou de vez a posição formal da bancada e conduziu o time de comentaristas com sabedoria.

 

Recebi :

- muitas fake news  de todos os lados, incluindo amigos. Cansei de dizer "não é verdade" para aqueles  que perguntavam. Lá pela fake número 100 desisti: decidi não abrir mais. Isso foi há dois dias porque neste sábado de manhã acabei recebendo um muito engraçado,  um “repórter” fake produzindo fake news. Só não identifico porque é sobre um candidato. Não só abri como mandei para alguns amigos mais chegados;

-  uma bola nas costas de um amigo do Facebook. Ele colou na foto o número de candidato e  foi parar na minha timeline. Adormeci o facebook dele até a semana que vem. Desculpa velho. Nós veremos em breve;

 

Aconselhei:

- uma amiga de academia que não usasse roupas de determinadas cores pois podia ser considerada provocadora e levar uns cascudos dos simpatizantes de outro candidato;

 

Ri:

- com Marcelo Adnet, novamenre, imitando os candidatos do segundo turno com William Bonner;

- e com José Simão, batendo papo com Ricardo Boechat, na Band News;

 

Abandonei:

- o blog de um jornalista nacional, já de cabelos brancos, que apareceu ao lado de candidato em um comício no Rio, com botton e sorriso no rosto. Oras bolas, jornalista posicionado não acompanho 

 

Decidi:

- que voto amanhã consciente e vou torcer para que os eleitos façam uma boa gestão. Precisamos disso.  E que os derrotados se recolham para examinar os erros e não perturbem o País.    

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!