Novembro 16, 2019

ALTA TECNOLOGIA

ALTA TECNOLOGIA
Huffpost.com/Reprodução

A coluna costuma falar bastante sobre novidades tecnológicas no mundo das bebidas. Vez ou outra surge um produto high-tech, uma nova forma de industrializar uma bebida, ou outros avanços da indústria para melhorar a experiência do consumidor – e o lucro dos empresários. Nesta quarta-feira, antecipando o feriadão, a coluna resolveu apresentar mais algumas novidades que já estão fazendo sucesso, ou que devem chegar ao mercado em breve.

_____________________

 

BOOKING DO VINHO


Alle Wine/Divulgação

Para começar, uma ideia que vem de Portugal... Quem usa sites ou aplicativos para reserva de viagens, conhece empresas que, além de passagens aéreas, permitem agendar hospedagem e até a locação de veículos. A ideia está sendo adaptada agora para o mundo dos vinhos – o que deve facilitar reservas para degustações, roteiros enogastronomicos, viagens temáticas e outras experiências.

“Percebemos que nesta área estava tudo muito disperso. O grande objetivo é que as pessoas consigam através do nosso aplicativo, gerir toda uma viagem relacionada com o vinho” explica o CEO da Alle Wine. A ambição dele é que a empresa se torne uma espécie de “Booking do enoturismo”.

A startup tem dois anos e arrebanhou parceiros na região de Lisboa – principalmente adegas, vinícolas, hotéis e restaurantes. A expansão agora segue para o Alentejo, Dão e Bairrada e o próximo passo é internacionalizar o serviço, oferecendo experiências em mercados como Brasil, Espanha, Itália e França. Se há mercado para isso? Pois saiba que além da venda da bebida, os outros negócios relacionados ao mundo do vinho movimentam mais de US$ 350 bilhões por ano ao redor do planeta – é o dobro da indústria da música.  

_____________________

 

INTELIGÊNCIA EMBARCADA


Tastemap/Reprodução

Na França, uma startup tem usado a inteligência artificial para identificar gostos e direcionar a compra dos usuários. A Tastemap promete buscar o vinho mais adequados ao paladar e bolso do consumidor. O processo começa com uma rápida enquete para identificar o paladar do usuário. Com os dados armazenados o computador faz o resto do trabalho e compara um banco de dados com mais de 650 mil rótulos, e as avaliações de pelo menos 12 milhões de winelovers para recomendar algo muito assertivo ao comprador. Parece ser uma santa ajuda para quem entende pouco sobre regiões produtoras, castas e processos de vinificação.

_____________________

 

SOMMELIER DIGITAL


Eniwine/Divulgação

Quem também está ajudando a colocar em risco o futuro da profissão de sommelier é uma empresa paulista. A Eniwine investiu R$ 2 milhões em um aplicativo que promete facilitar ao extremo a compra e o consumo de vinho. O algoritmo do APP traz informações e curiosidades sobre o assunto, armazena informações sobre vinhos consumidos, identifica rótulos. Até aí parece um Vivino. Mas o diferencial vem agora: a inteligência artificial usa as informações sobre o hábito de consumo do cliente e calcula mais de 50 mil variáveis para indicar a bebida que melhor harmoniza com determinado prato. Diz a Eniwine que o Digital Sommelier é capaz até de prever qual a nota que o consumidor vai dar a um vinho degustado. O app pode ser baixado tanto na Google Play quanto na Apple Store.

_____________________

 

NA PALMA DA MÃO



Vivino/Divulgação

Ainda sobre o Vivino... O app mais famoso do mundo dos vinhos tem banco de dados de dar inveja, que computa informações de 39 milhões de usuários e serve ainda como uma espécie de rede social onde o assunto são vinhos, vinícolas e regiões produtoras. É o maior, mas ele não é o único do segmento.

Nas lojas de aplicativos há dezenas de opções parecidas para quem quer comprar, classificar ou compreender melhor o assunto. Algumas delas são o Hello Vino, VineChart+, e Selecting a Vine – For Dummies. Há também o Snooth que, além de reconhecer rótulos e oferecer informações técnicas, ajuda a localizar os melhores vinhos perto de você. Basta ativar o GPS do celular e aguardar as indicações. Isso sem falar nos aplicativos de cerveja e para o preparo de drinks.

_____________________

 

FUGINDO DO TRÂNSITO


MyView/Divulgação

Uma startup carioca, especializada em soluções utilizando drones, testou com sucesso uma entrega de cerveja por uma aeronave não tripulada. O teste da MyView foi realizado dia 08 de agosto em Santa Catarina, e estreou no Brasil o conceito chamado door-to-door drone delivery. A cerveja gelada foi acondicionada em uma caixa de transporte especial, saiu do ponto A (empresa) percorreu 843 metros direto para o ponto B (a mão do consumidor). Foram 3 minutos e 12 segundos de voo.

A lógica é a mesma que vem sendo testada pela gigante Amazon na Europa e Estados Unidos. Se der certo, acaba o risco de faltar cerveja bem no meio do churrasco de domingo.

_____________________

 

AUTOMATIZANDO O PREPARO


Brastemp/Divulgação

Em novembro do ano passado a coluna já havia mostrado uma máquina capaz de produzir drinks fantásticos usando capsulas com ingredientes concentrados. O produto desenvolvido em parceria entre a AB Inbev e Keurig, foi lançado inicialmente no mercado norte-americano. Agora a Brastemp apresenta um produto similar no mercado brasileiro: o B.blend, que pode ser comprado pela internet a partir de R$ 1.500. A AB Inbev aproveitou e desenvolveu cápsulas que permitem preparar de forma instantânea, ao simples toque de um botão, drinks como Gin Tônica e Spritz. A caixinha com dez cápsulas custa entre R$ 5,99 e R$ 8,99 e também pode ser adquirida pela internet.

_____________________

 

AVANÇANDO UM POUCO MAIS...


MakrShakr/Divulgação

Achou moderna a “máquininha de café” que prepara drinks? Pois a novidade é fichinha, perto do que os visitantes podem conferir na loja de departamentos Selfridges, em Londres.  É um barman robô, que prepara drinks para os visitantes. O Makr Shakr recebe os pedidos através de um aplicativo e mistura ingredientes com perfeição. Além de drinks famosos, os usuários podem elaborar receitas exclusivas que são preparadas na hora pelo robô. O equipamento fica servindo drinks na Selfridges até fevereiro do ano que vem.

_____________________

 

CALCULATOR TABAJARA


OmniCalculator/Reprodução

Quem entra no site OmniCalculator até se perde. São quase 900 calculadoras ou aplicativos para conversão de valores e projeções de tempo/custo em diversas áreas. Uma das “interessantes” avalia o tempo ideal para gelar bebidas como vinho ou cerveja. A “calculadora” é muito simples e considera variáveis como o tipo de bebida, tamanho e material da garrafa, temperatura externa, forma de resfriamento e temperatura desejada.

Um exemplo: para resfriar a 6°C uma garrafa de meio litro de cerveja pilsen em um dia de calor, serão necessárias 5h47min de geladeira. Se for no congelador, o tempo diminui para 1h34min. O Chilled Drink Calculator está em inglês, mas é bem intuitivo e pode ser usado com facilidade por qualquer pessoa.

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Jefferson Douglas da Silva

Jefferson Douglas da Silva

Jornalista com especialização em Gestão de Marcas, atuou por mais de 25 anos em jornais e emissoras de televisão de Chapecó, Blumenau, Joinville e Florianópolis. Foi repórter, editor, apresentador e gestor de equipes de TV, entre elas a chefia de redação da RBS TV. Tem experiência em assessoria de comunicação e relações públicas nas áreas governamental e privada. Conhece em detalhes a rotina de cantinas que produzem vinho colonial no Oeste do estado e alambiques do Vale do Itajaí. Fez cursos de coquetelaria (Senac) e produção artesanal de cerveja (Escola Superior de Cerveja e Malte). Apaixonado por vinhos, estuda o assunto desde 2001.

Comentários