Agosto 23, 2019

ANJ condena fala de Bolsonaro contra imprensa

ANJ condena fala de Bolsonaro contra imprensa

Em nota divulgada ontem, 22, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) condenou declarações do presidente Jair Bolsonaro com novos ataques à imprensa.

O presidente afirmou que a imprensa "está acabando" e que o jornal Valor Econômico, especializado na publicação de informações econômicas e financeiras, "vai fechar" como resultado da decisão de dispensar as empresas de capital aberto de divulgar balanços em jornais.

Confira nota na íntegra:

"A Associação Nacional de Jornais (ANJ) repudia as equivocadas manifestações do presidente Jair Bolsonaro a respeito da imprensa. A ANJ lembra que o presidente sancionou em abril passado uma nova e moderna legislação para a transição digital da publicação de balanços e, menos de quatro meses depois, editou a MP 892, cancelando-a em, como ele mesmo admitiu, 'retribuição' à cobertura dos jornais.

Além de desconhecer que todo o papel de imprensa provem de florestas renováveis, o presidente ignora mais uma vez a relevância da atividade jornalística, sobretudo em uma era em que a desinformação e o sectarismo transbordam de redes sociais e manifestações oficiais."

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!