Fevereiro 20, 2019

Apresentadora e TV Globo se desculpam após comentário em cobertura de tragédia

Apresentadora e TV Globo se desculpam após comentário em cobertura de tragédia

A apresentadora Ana Luíza Guimarães, do “RJ 2ª Edição”, da Globo, pediu desculpas ao vivo, no último sábado, 16, após causar polêmica com um comentário irônico a respeito da tragédia na sede do Flamengo, Rio de Janeiro, no último dia 8.

Na sexta-feira, 15, a jornalista havia dito que o vice-presidente jurídico do time de futebol, Rodrigo Abrantes, “deixou a imprensa no cheirinho”, em referência ao fato de o executivo ter saído de uma coletiva sem responder todas as perguntas.

“A expressão foi inadequada e infeliz no contexto de uma tragédia”, declarou. Vale informar que o termo é usado por torcedores rivais ao Flamengo para tirar sarro dos rubro-negros, que algumas vezes chegaram perto de ganhar campeonatos – “cheirinho de título”.

Além da profissional, a emissora também divulgou uma nota de desculpas na edição noturna do “RJ2”, de sábado. "Agora um pedido de desculpas. Ontem, na cobertura sobre as investigações das mortes dos meninos no incêndio no Ninho do Urubu, o RJ2 usou a expressão 'cheirinho' ao se referir ao sentimento dos repórteres pela interrupção da entrevista do vice-presidente do clube, Rodrigo Abranches. A expressão foi inadequada e infeliz no contexto de uma tragédia. O RJ2 pede desculpas aos torcedores do Flamengo, aos dirigentes do clube e a você, telespectador", leu o comunicado Mônica Teixeira, apresentadora do programa na edição.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários