Fevereiro 11, 2019

Acaert, Abert e Fenaert divulgam nota de pesar pelo falecimento de Boechat

Acaert, Abert e Fenaert divulgam nota de pesar pelo falecimento de Boechat

A Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT), a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e a Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (Fenaert) divulgaram nota de pesar pelo falecimento do jornalista Ricardo Boechat em um trágico acidente no início da tarde de hoje, 11. O profissional voltava de uma palestra em Campinas, quando o helicóptero em que estava perdeu o controle e bateu em um caminhão, causando a morte dele e do piloto.

"O Brasil perde um grande profissional, um dos jornalistas mais lúcidos e competentes que já atuaram na comunicação nacional. Particularmente com a ACAERT, registramos o carinho e a disponibilidade com que ele atendeu os radiodifusores de Santa Catarina durante o 16º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão, realizado em Florianópolis no ano de 2016, do qual ele foi um dos dos palestrantes. Em nome da Diretoria da entidade, de todos os associados e especialmente aos que trazem a bandeira da BAND em suas emissoras, nossos sentimentos. Neste momento difícil, desejamos que os amigos e familiares das vítimas encontrem forças para superar a dor da perda", dizia nota na Acaert.

Já a Abert divulgou: "Dono de um estilo inconfundível, Boechat honrou a profissão de jornalista, exercida com ética e compromisso com a verdade dos fatos. Sempre preocupado em levar informação e opinião à sociedade, missão que cumpriu com maestria, Boechat deixa uma lacuna no jornalismo brasileiro. Sua habilidade em se comunicar com o público é um legado que fica para a história da comunicação do país. Neste momento de luto para a radiodifusão brasileira, a ABERT presta solidariedade aos familiares, companheiros da BAND, amigos e colegas de trabalho".

A Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (Fenaert) lamentou "profundamente a perda de um profissional tão valoroso, que conquistou o reconhecimento do público e se tornou um dos comunicadores mais admirados do Brasil". Em nota o presidente da Fenaert, Guliver Leão, afirmou: “Boechat alcançou um nível de maestria em manter a objetividade do bom jornalismo sem deixar de emitir sua opinião. Certamente é uma grande perda para a comunicação brasileira”.

Boechat passou pelos principais jornais do país, como O Globo, O Dia, O Estado de São Paulo e Jornal do Brasil. Trabalhava como âncora da rádio BandNews FM e da TV Bandeirantes, no Jornal da Band. Foi também diretor de jornalismo na Band e trabalhou como âncora em diversos jornais do Grupo. Conquistou três prêmios ESSO e foi maior ganhador da história do Prêmio Comunique-se, sendo o único a vencer em três categorias distintas (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV).

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários