Agosto 14, 2019

Bolsonaro demite secretário de imprensa recém-nomeado

Bolsonaro demite secretário de imprensa recém-nomeado
Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro demitiu na noite de ontem, 13, o recém-nomeado secretário de imprensa do Palácio do Planalto, Paulo Fona.

Ele foi o quarto a ocupar a cadeira desde que o presidente assumiu o mandato, segundo a Folha. Antes da nomeação dele ter sido publicada no Diário Oficial da União, na última quarta-feira, 7, o cargo estava vago havia mais de um mês.

Em nota, Fona se disse surpreso com a demissão: "A decisão da minha exoneração pelo Presidente da República me pegou de surpresa. Fui convidado para assumir a Secretaria de Imprensa, alertei-os de meu histórico e minha postura profissional e a intenção de ajudar na melhoria do relacionamento com a mídia em geral. O desafio era imenso, sempre soube, mas esperava maior profissionalismo, o que não encontrei. Em todos os governos que passei de diferentes partidos - MDB, PSDB e PSB - sempre trabalhei com o objetivo de tornar a Comunicação mais ágil, eficiente e transparente e leal às propostas da gestão".

O profissional substituiu o ex-secretário de Imprensa Fernando Diniz, que ficou somente 2 meses na comunicação do governo e pediu demissão após desentendimentos com Fábio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria de Comunicação).

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!