Abril 29, 2019

Bolsonaro e a intervenção no marketing do BB

Bolsonaro e a intervenção no marketing do BB

Alguns integrantes da equipe do governo ainda batem cabeça e chutam contra o próprio gol. Jair Bolsonaro as vezes também atrapalha, por exemplo, quando abre o jogo cedo demais na discussão da previdência. Os filhos são bem chatos com textos nas redes sociais, aliás, segundo Rodrigo Maia com apoio nos bastidores do pai.

Porém, há um certo exagero em repercutir, ouvindo "especialistas" (sempre tem alguém de plantão) e alguém fazendo tese sobre tudo o que o presidente diz. Essa história de suspender a propaganda do Banco do Brasil, que está rendendo há quatro ou cinco dias, é um caso.  Se ele viu - e seus subordinados não - que está fora da linha da gestão tinha o direito de intervir.

Não se trata de concordar com certos radicalismos e opiniões absurdas, mas de entender que tem ônus a escolha de Bolsonaro para o Planalto. E que o marketing deve ser coerente com a linha de pensamento do novo status. É melhor que não haja disfarces.

E, só entre nós, o comercial do BB era bem fraquinho.



Pedro, o bom

Na inflação de programas sobe viagens que ocorre no vídeo mundial, o brasileiro Pedro Adrade, do GNT, é grande destaque. Seus programas, além de bem ilustrados, mostram o lado bem humano das cidades e entrevistas muito articuladas. Pedro é simpático com seus entrevistados, mas com muita graça demonstra claramente quando não gosta de uma bebida ou comida. E no final sempre dá uma mensagem de como a visita lhe impactou pessoalmente.

Pedro Andrade também participa semanalmente do Manhattan Conection, com Lucas Mendes, domingo à noite na Globo News. Também trabalha para a TV americana. Antes foi manequim.

Pedro é o bom.

  

Carreira

Determinados relacionamentos subservientes representam um ponto negativo de muitas carreiras.

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!