Outubro 28, 2019

Bolsonaro lamenta Alberto Fernández nas eleições da Argentina

Bolsonaro lamenta Alberto Fernández nas eleições da Argentina
Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta manhã, 28, na partida dos Emirados Árabes Unidos, onde esteve desde sábado, 26, que não vai cumprimentar o peronista Alberto Fernández, eleito presidente da Argentina em 1º turno ontem, 27.

"Não pretendo parabenizá-lo. Agora não vamos nos indispor. Vamos esperar o tempo para ver qual a posição real dele na política. Porque ele vai assumir, vai tomar pé do que está acontecendo, e vamos ver qual linha que ele vai adotar", declarou Bolsonaro a jornalistas.

"Lamento. Não tenho bola de cristal, mas acho que a Argentina escolheu mal. O primeiro ato do Fernández foi já Lula livre, dizendo que ele está preso injustamente. Já disse a que veio", ressaltou o presidente brasileiro.

O peronista Alberto Fernández, de centro-esquerda, obteve 49,02% dos votos, à frente dos 40,45% de Macri, com quase 96% dos votos apurados, ficando acima do limite de 45% para evitar um segundo turno e vencer a eleição imediatamente.

Recém-eleito presidente da Argentina, Alberto Fernández discursou na noite deste domingo junto com a vice, Cristina Kirchner, e demais membros da campanha, na sede da chapa Frente de Todos, em Buenos Aires. Durante a fala, Fernández pediu a liberdade do presidente Lula, o que provocou um coro de “Lula Livre” na multidão que o assistia.

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários