Setembro 13, 2019

Bolsonaro retira sonda e volta a ter dieta líquida

Bolsonaro retira sonda e volta a ter dieta líquida
Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro teve retirada a sonda nasográstica e voltou a receber dieta líquida, segundo boletim médico divulgado hoje, 13, pelo Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Ele vinha se alimentando apenas por dieta endovenosa.

Segundo os médicos, Bolsonaro recebe a dieta líquida via oral mas ainda precisa do complemento da dieta intravenosa para alcançar a quantidade de calorias necessárias. Sobre o estado de saúde do presidente, ele apresenta boa evolução clínica e permanece sem dor, afebril e com melhora acentuada dos movimentos intestinais.

O presidente poderá receber alta e voltar de São Paulo para Brasília dentro de três a quatro dias, quando não necessitar mais da dieta parenteral (endovenosa).

"Alta quando ele estiver sem a necessidade da parenteral e alimentando-se bem com a dieta líquida, que deve ocorrer nos próximos dias, daqui a uns três, quatro dias deve estar ocorrendo, mas cada momento é um momento especial que tem de ser avaliado, pensado, examinado", afirmou.

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, acrescenta que permanece em vigor o planejamento para a viagem de Bolsonaro a Nova York em 22 de setembro para participar da Assembleia Geral da ONU no dia 24, apesar de o período de afastamento de Bolsonaro da Presidência ter sido prorrogado na véspera por mais 4 dias por decisão médica.

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!