Setembro 25, 2020

Casario 283 - um bistrô dos mais charmozim

Casario 283 - um bistrô dos mais charmozim
Divulgação

Em meio a pandemia ele encontrou uma oportunidade e abraçou. E ontem, juntamente com um grupo de amigos, Rafael Trentin, empresário do ramo de entretenimento, abriu um novo espaço bem no coração de Florianópolis.

É o CASARIO 283, um bistrô, com ar intimista, cardápio variado e cheio de novidades. Uma bela mistura do clássico com o moderno, que deve se tornar em breve um dos mais queridinhos da Ilha da Magia.

Nosso bate-papo hoje é com ele, vamos saber como o jovem de 28 anos chegou até aqui, com visão de “gente grande” com muita estrada.

 

 

Quem é o Rafael, formação, o que já fez e como chegou até aqui?

Nasci em são Bernardo do Campo (SP), me mudei para Florianópolis aos 5 anos de idade, onde moro até hoje. Sou uma pessoa tranquila, alegre e com espírito de grupo, desejando que todas pessoas a minha volta se sintam bem e estejam felizes.

Me formei em Educação Fisica na UFSC em 2016, a escolha por esse curso está ligada a pratica esportiva, atividade que me destaquei como atleta de futsal, jogando por muitos estados do Brasil.

Entre essas etapas da vida, o que me alegrava era o contato com pessoas, conhecer lugares diferentes e fazer novas amizades, aprendendo sobre o comportamento de cada um que me cercava e sabendo conviver com nossas diferenças, daí partiu o interesse por trabalhar com gestão humana.

 

Quando você entrou para o ramo de entretenimento?

Enquanto cursava Educação Física e ainda era atleta de futsal, comecei a ter que tomar decisões na vida, e uma delas foi abandonar o esporte para dar sequência no curso. Com isso, tive a necessidade de ganhar um extra enquanto me formava, pois já não havia mais a receita do esporte.

Quando um amigo me fez o convite para auxiliar ele em uma casa noturna, com a função de levar as pessoas para as festas. No começo não queria, via apenas como diversão, mas os resultados começaram a crescer muito rápido até que entrei para equipe dele como “promoter” e comecei a ser visto como uma pessoa que ajuda a fazer as festas acontecerem, ou seja, levar o público e vender a casa.

Isso tudo aconteceu em dezembro de 2013, início de 2014. Após alguns anos de destaque comecei a criar minha própria fórmula de gerir as pessoas e pensar nos eventos, de uma maneira prazerosa para todos e não forçada, abrindo então a ERRETE ENTRETENIMENTO, com meu atual sócio, Thiago Alves Natividade, que também tinha o mesmo interesse e destaque na época. E aí não paramos mais.

 

 

O que te motiva a apostar nesse ramo?

O ramo do entretenimento é muito delicado, acredito que o desafio de trabalhar com pessoas, tanto na gestão como no atendimento, é meu principal motivador. Coloco-me no lugar do cliente, gosto de ser bem tratado e ter experiências positivas, conhecer lugares onde a energia é positiva e com pessoas do bem.

Então a ideia não é só fazer festa e beber, e sim mostrar para todos que o entretenimento de modo geral, como baladas e restaurantes, são lugares onde a alegria, o bem estar, a qualidade de vida e as emoções positivas têm que ser a ênfase de um bom local.

 

Quais as dificuldades para empreender hoje em dia?

Empreender não é uma tarefa fácil, falta de apoio do governo, aluguéis altos, juros mais altos ainda, caráter de alguns, pessoas mal intencionadas, a má condição financeira do dia a dia da maioria da população, devido a altos impostos e salários baixos, são situações que interferem na hora das pessoas buscarem construir seu próprio caminho.

Mesmo assim, não podemos deixar de falar que às vezes é preciso dar um passo pra trás para poder colher frutos no futuro. Temos que ter a cabeça no lugar e manter o equilíbrio mental atualizado.

 

 

O que fez virar a chave, e enxergar em meio à Pandemia uma oportunidade de negócio em um ramo diferente do que já atua?

Exatamente essa palavra, oportunidade, estamos em um meio onde temos que nos atentar às possibilidades de novos locais que analisamos ser potencial, e então organizar um negócio sustentável.

E foi isso que vi no CASARIO 283, um espaço maravilho em um local maravilhoso, que, com muito esforço e organização, poderia ser um negócio de durabilidade e de potencial mesmo com a pandemia.

Sabemos que muitos negócios não sobreviveram, e isso é triste, mas deixa uma vantagem para quem se planejou e se organizou para agarrar um projeto de oportunidade.

 

Qual será o diferencial do CASARIO 283, seu novo negócio?

Nosso diferencial vai ser o amor entregue a esse projeto, queremos que as pessoas entrem no CASARIO 283 e se sintam em casa, com um público alegre, em um ambiente sofisticado, com um atendimento de qualidade e uma gastronomia combinada com os vinhos e drinks de tirar o fôlego.

 

Quantas pessoas vão atuar juntamente com você?

Estamos criando uma família, onde ninguém é o dono da razão e todo mundo aprende junto.

Além dos meus sócios (Guilherme Coelho, Naiara Valar e Thiago Natividade) vamos contar com um chefe de salão, cheff de cozinha, barman, garçons, equipe de limpeza entre outros. Não farei nada sozinho, e o CASARIO 283 é de todos nós, desde o empreiteiro, que construiu junto esse sonho, as arquitetas da VERSE ARQUITETURA, que fizeram um excelente trabalho, a todos que estarão na noite realizando esse sonho juntos.

 

Os amigos Murilo Gamba, Thiago Natividade, Matheus Berkenrock, Rafael Trentin, Guilherme Coelho e André Graff celebrando a abertura no Casario!

 

Conta pra gente um pouco do cardápio e da carta de bebidas que tornam o CASARIO 283 atrativo?

No menu, entradas, pratos principais e sobremesas, que fogem do trivial e fazem releituras da gastronomia clássica e temperos brasileiros, assinado pelo experiente Chef Lucas Uller. Com opções em carnes, peixes, massas, além de pratos vegetarianos e veganos, para atender a todos os gostos.

Os drinks serão releituras de bebidas clássicas, mas com uma entrega e sabores diferentes. Nossa carta de vinho vai fugir do tradicional, vinhos que não encontramos em qualquer lugar mas que irá agradar todo tipo de publico, do exigente ao que esta começando a criar o gosto, além de cervejas artesanais.

 

 

Rapidinhas


O QUE VC NÃO FICA SEM – Amigos e família

UMA MANIA – Observar

UM LUGAR - CASARIO 283

UM HOBBY - Jogar bola e malhar

O QUE MAIS ADMIRA - Sinceridade

O QUE ABOMINA - Trapaças

UMA PALAVRA - Paz

A MELHOR VIAGEM – Confesso que não fiz muitas

UMA SAUDADE - Família

UMA BEBIDA – Jack Daniels

BELEZA FEMININA - A que é batalhadora

BELEZA MASCULINA - A que tem sinceridade

UM ÍDOLO – Confesso que não tenho

UMA FRASE – “Deseja o bem, faça o bem, que tudo dará certo!”

INSPIRAÇÃO - Minha mãe

NA QUARENTENA EU... Me reinventei

UM SONHO – Buscar sempre ser feliz!

*****

 

Falando em Centro da cidade...

Com a volta do expediente no horário habitual (9h às 19h) no Centro de Florianópolis, comerciantes da região estão empolgados e cheio de planos.

O decreto municipal número 21.991 expedido pela Prefeitura na última semana levo esperança aos empresários da região, que já almejam crescimento. A empresária Ariane Peixoto abriu a Barbearia Vip na rua Osmar Cunha em junho, no meio da pandemia, mas, agora, já vislumbra maior faturamento de, no mínimo, 50% em relação a agosto.

Não apenas pelo horário, mas pelo fluxo de pessoas nas ruas que, muitos, assim como Ariane, esperam ansiosos que voltará.

*****

 

Exposição inédita na Villa Francioni



Obras inéditas do artista Alceu Bett poderão ser conhecidas a partir deste sábado (26), quando será inaugurada, às 14h, a exposição "Cromografia", na galeria de arte da Villa Francioni.

Produzidas em técnica mista, sobre tela ou sobre papel, oil stick, tinta acrílica e óleo, as telas têm formatos variados. Já os desenhos são da última coleção do autor. A exposição que é aberta ao público, tem a curadoria de Edson Busch Machado.

 



Alceu conta que sempre gostou dos pincéis e das pinturas, mas foi a câmera fotográfica seu instrumento principal de trabalho. “Durante o período de isolamento social, imposto pela Covid-19, voltei minha atenção à pintura e o resultado desta imersão será visto, pela primeira vez, na Villa Francioni”, conta.

Para o curador da galeria de arte, Edson Busch Machado, “o mergulho de Alceu nas tintas, pigmentos, alquídicos e afins, com cores e materiais diversos, levam ao equilíbrio perfeito, que encantam e convidam o espectador a uma aceitação divertida do irreal”, ressalta.

 

A presidente da Vinícola, Daniela Freitas, comemora o fato da galeria ter se tornado uma referência em exposições de arte no sul do país. “Nossas escolhas são muito criteriosas”, resume. A exposição segue até o dia 14 de novembro.

 

*****

 

 

Entrega de doações

 

O Instituto Guga Kuerten, em parceria com a CGT Eletrosul, está distribuindo 2.118 cestas básicas entre as famílias dos 500 alunos atendidos pelo IGK e alguns projetos sociais da Grande Florianópolis já selecionados.

Desde o início da pandemia o Instituto se manteve ativo, com diversas ações para continuar impactando e entretendo as crianças. Os educandos estão recebendo, em sistema de rodízio entre os núcleos do Programa Campeões da Vida, kits completos com raquetes, bolinhas de tênis, bolas, bambolês, elásticos (para improvisar redes de tênis), livros, cordas e frisbee.

Tudo para incentivar ainda mais a prática de atividade física e de quebra promover a integração entre a família.

 

Leilão 

Paralelo a isso, o Instituto também está promovendo um leilão online com camisetas de times de futebol oficiais, vindas diretamente da coleção do próprio Gustavo Kuerten.

Até o final do mês, os interessados poderão dar seus lances em peças individuais que o tenista ganhou ao longo de sua carreira, muitas delas personalizadas com o nome do atleta. São itens de times internacionais como Chelsea, Barcelona, Stuttgart, Lyon, Cerro Porteño, além de opções da Seleção Brasileira, Inter, Grêmio, Santos, Flamengo, Coritiba, Cruzeiro, Figueirense, entre tantos outros clubes. Dê o seu lance em: http://abre.ai/leilaoinstitutogugakuerten

*****

 

Tags:
social entretenimento Floripa Florianópolis gente festas eventos agenda
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Yula Jorge

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. 
Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.

Comentários

Rancho Açoriano

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!