Setembro 05, 2020

Catarinense deixa Abracerva após comentários racistas

Catarinense deixa Abracerva após comentários racistas
Divulgação Abracerva/Bruno Dupon

O vazamento de mensagens com cunho racista e sexista em uma rede social, provocaram mudanças ontem (02) no comando da principal entidade cervejeira artesanal do país – a Abracerva. O catarinense Carlo Lapolli, que presidia a instituição, deixou a presidência da entidade junto com o restante da diretoria.

A polêmica envolvendo Lapolli e outros integrantes do grupo Cervejeiros Illuminatti começou há quase duas semanas. Prints do aplicativo de mensagens vazaram, expondo uma série de comentários impróprios.

O assunto tomou conta das redes sociais e da imprensa nas últimas duas semanas. E rendeu até uma reportagem no Fantástico deste domingo (30).

No início da semana ele chegou a fazer um mea-culpa. Lamentou o episódio e anunciou um esforço da entidade para ampliar a participação das mulheres no mercado artesanal de cerveja, além da implementação de um código de ética – ainda em discussão.

Ontem, após a ampliação da polêmica, ele e os demais membros da diretoria renunciaram ao cargo para preservar o trabalho e “levar mais representatividade para a gestão da Abracerva”, diz a nota da entidade. A sommèliere pernambucana Nadhine França assume interinamente a presidência, até a realização de nova eleição em outubro.

Lapolli foi um dos fundadores da Cervejaria Blumenau e atualmente um dos responsáveis pela Balbúrdia Cervejeira, ambas de Blumenau. Ele estava à frente da Abracerva desde julho de 2017.

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Jefferson Douglas da Silva

Jefferson Douglas da Silva

Jornalista com especialização em Gestão de Marcas, atuou por mais de 25 anos em jornais e emissoras de televisão de Chapecó, Blumenau, Joinville e Florianópolis. Foi repórter, editor, apresentador e gestor de equipes de TV, entre elas a chefia de redação da RBS TV. Tem experiência em assessoria de comunicação e relações públicas nas áreas governamental e privada. Conhece em detalhes a rotina de cantinas que produzem vinho colonial no Oeste do estado e alambiques do Vale do Itajaí. Fez cursos de coquetelaria (Senac) e produção artesanal de cerveja (Escola Superior de Cerveja e Malte). Apaixonado por vinhos, estuda o assunto desde 2001.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!