Abril 26, 2019

CERVEJA AFRODISÍACA

CERVEJA AFRODISÍACA
BrewDog/Divulgação

A criatividade dos cervejeiros (profissionais ou não) parece não ter fim. Prova disso é a polêmica cerveja com Viagra, criada há sete anos e que gera discussões acaloradas em rodas cervejeiras.

A ousadia é dos escoceses da BrewDog (responsáveis por outros criativos lançamentos, como a coluna informou anteriormente). A bebida (foto) foi batizada de “Royal Virility Performance” ou, traduzindo pro português, “desempenho Real de virilidade”. Segundo os fabricantes beber três garrafas dessa cerveja equivale a tomar uma pílula de Viagra. A fórmula tem de fato ingredientes da pílula azul, desenvolvida pela farmacêutica Pzifer, mas carrega mesmo é em outros ingredientes considerados afrodisíacos, como chocolate e uma erva daninha chinesa.

A embalagem é relativamente simples, mas tem uma pegada de humor características dos sócios da BrewDog, James Watt e Martin Dickie. Destaque para a ilustração de um casal bem humorado, com a frase: “Coloque um sorriso no seu rosto Real”. J

A propósito, a coluna não conseguiu apurar se o produto é comercializado no Brasil, ou se já há “genéricos” sendo produzidos por aqui.

 

 

BEERTOON


Max Schieble/First We Feast/Reprodução

O mercado norte-americano é uma das grandes referências da indústria cervejeira mundial. O ecossistema que une fabricantes de equipamentos e insumos, cervejeiros caseiros, brewpubs e grandes indústrias é resultado de uma história secular – e muito curiosa. O site First We Feast resolveu contar a história de maneira lúdica. E recorreu a ilustrações para mostrar todo processo evolutivo do setor. Uma aula para quem empreendeu ou pretende empreender nesse mercado. Para quem não manda bem no inglês, uma opção é ler a versão traduzida, produzida pelo portal Catalisi.

 

 

TECH


Fizzics/Divulgação

Depois das máquinas que fabricam cerveja em cápsula, tal qual um café expresso, outra inovação da indústria. Um equipamento que transforma o sabor da cerveja de lata ou garrafa, e deixa com cara de um refrescante chopp.

A Fizzics Way Tap (foto) tem pouco mais de 2,5 kg e 42 cm de altura, o que facilita o transporte para diferentes locais. A startup que desenvolveu o produto não explica direito a tecnologia envolvida mas, avaliações de quem comprou o equipamento trazem algumas informações importantes: 1) o produto não refrigera a bebida e serve o “chopp” na temperatura em que estava a lata ou garrafa de cerveja; 2) a impressão é de que o processo melhora a carbonatação da bebida, dando a impressão de ser uma bebida mais fresca e refrescante e, 3) o equipamento tem uma autonomia limitada e deve ser alimentado manualmente, com uma cerveja por vez.

Por fim, um esclarecimento: a cerveja é um chopp que foi pasteurizado para garantir um maior prazo de validade à bebida. É justamente por isso que é impossível fazer o movimento contrário.

 

 

BAR BOM PRA CACHORRO

Empresário da região de Curitiba criou um novo segmento de bar: um boteco pet. O espaço foi montado no bairro Tarumã e, além de cervejas especiais para os donos, vinhos e cervejas para cães. Na reportagem do G1 Curitiba,  dá para perceber como, de fato, a criatividade não tem limite.

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!