Fevereiro 17, 2020

Cinco perguntas ao novo diretor de jornalismo da Barriga Verde

Cinco perguntas ao novo diretor de jornalismo da Barriga Verde

O jornalista Roberto Azevedo assumiu hoje, 17, a direção de jornalismo da TV Barriga Verde. Ele tem experiência em conteúdo, pois trabalhou na RBS, Rede TV e Grupo RIC. Roberto também foi colunista político do Diário Catarinense, mesma função que tem hoje no portal Making Of, onde vai continuar escrevendo. Nesta entrevista fala de seus planos.

 

Making Of: Por que Barriga Verde?

Roberto Azevedo: Curiosamente foi a única emissora de TV aberta comercial que não havia trabalhado em Florianópolis e sempre fui muito ligado à qualidade do jornalismo da Band nacional. Fui convidado pelo superintendente Adilson Silva com a indicação do jornalista Leo Pereira. Sempre há uma indicação. Aliás, o Leo, que foi estagiário à época em que fui gerente de Jornalismo da TV Record, hoje Record News, entre 2003 e 2004. Também trabalhei com a Leda Limas, Karem Fabiani, Rodriogo Cardozo e o Roberto Salum, e descobri que com muita gente que está no comercial da emissora, comandada pelo Saul Brandalise Júnior, que traça um futuro de crescimento e otimismo para a empresa. Outros talentos como o Leo Coelho e a Cacau Corazza somam aos talentos da TVBV.

 

Making Of: Quais são os desafios imediatos?

Roberto Azevedo: Resolver a ocupação de grandes espaços, como o Band Cidade, o Jogo Aberto SC e o Meio-Dia Catarina, que mudará de nome, com mais estrutura e gerar conteúdos que vão além do vídeo, nas redes sociais. O Barriga Verde Agora, com o Salum, que traz os assuntos polêmicos e tem uma forte ligação popular também merecerá mais atenção.

 

Making Of: Em recentes crises, a TVBV perdeu muita gente. Vai recuperar?

Roberto Azevedo: Os números já mostram uma TVBV saudável financeiramente. A equipe está sendo montada de acordo com o novo projeto, dar mais qualidade e dinamismo ao conteúdo. Repórteres, editores, apresentadores e cinegrafistas já estão sendo contratados e se juntam ao time qualificado da emissora, que produz muito mais do que a estrutura que possui.

 

Making Of: Em último na audiência entre todas as redes, o que fazer para o espaço local ajudar recuperação no Ibope?

Roberto Azevedo: Ser local e regional para mostrar Santa Catarina. A TVBV é uma emissora estadual que, cada vez mais, chegará com sinal digital (alta definição) nas cidades de Santa Catarina. A história da TV Barriga Verde é esta. Temos muito potencial para resgatar e mostrar a força e jeito de ser de nossa gente. A nossa cobertura tem que ser pautada pelas prioridades do telespectador, que, mesmo em um Estado acima da média dos demais, não se acomoda e quer melhorar sua infraestrutura e economia, bastante diversificada. Atingimos mais de 4,5 milhões de habitantes em 93 cidades, de norte a sul, de leste a oeste, 30 delas já com o sinal em HD.

 

Making Of: Quais são as novidades que você já pode anunciar?

Roberto Azevedo: Isso é segredo de Estado. Mas o nosso telespectador e ouvinte, pois também teremos a participação da Band FM de Florianópolis e Lages em nossos produtos, podem esperar mais relação com as redes sociais, instantaneidade nas informações, seja por qual plataforma for. 

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!