Fevereiro 06, 2019

CNN Brasil avança

CNN Brasil avança

A notícia mais impactante dos últimos meses na Comunicaçao aos poucos vai se confirmando: a franquia CNN Brasil dá os primeiros passos para ir ao ar ainda este ano. A contrataçao do vice-presidente de conteúdo, Américo Martins, que estava na BBC, em Londres é a prova disso (veja aqui mais informações). É um veterano do jornalismo, com passagens pela EBC e Rede TV, mais as redações da Folha e Jornal do Brasil. Resta saber quanto está atualizado com o mercado nacional.

A CNN também já está aceitando currículos no RH (seja@cnnbrasil.com.br). A ideia do grupo é contratar 400 jornalistas. Há muita gente no mercado nacional, originária da Globo, que poderá fazer parte do projeto, em especial na apresentação.

 

GloboNews

O mercado do Jornalismo estava em retração, mas desde o anúncio da CNN Brasil os players no mercado já estão revisando planejamentos. O pessoal mais estratégico de vídeo e de redação serão vistos com novos olhos. A GloboNews, por exemplo, e a própria Globo, não poderão mais deixar escapar talentos como aconteceu durante todo o ano passado.

 

TV Fechada

A diminuição do número de assinantes em 2018 dá uma perspectiva do mercado de TV fechado: foram 550 mil assinantes a menos do que o ano anterior, segundo dados da Anatel, considerando todas as emissoras. Agora no total são 17,5 milhões de assinantes.

Conseguirá a CNN Brasil contribuir para a recuperação do mercado?

 

DC Enxuto

Sem processo de recuperação está o Diário Catarinense. Anunciado pelo marketing, depois das 15 recentes demissões, que haveria mais conteúdo, não há comprovação disso. Ao contrário, continua com 32 páginas de segunda à sexta e com menos gente produzindo. O que ainda segura algum prestígio ao impresso são os heroicos colunistas.

 

Bom Dia SC

A repórter Eveline Poncio estreou na bancada do Bom Dia Santa Catarina no lugar de Mariana Paniz, que pediu demissão. Foi bem para uma primeira vez, no meio de profissionais experientes, em um cenário de grandes dimensões. Aos poucos o telespectador vai se acostumar com ela, superando com simpatia a ótima presença no vídeo de quem substituiu.

A propósito: por que insistem em chamar de Leca a moça do esporte, cujo nome é Alessandra?  

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!