Setembro 11, 2019

Correios entram em greve nacional contra privatização

Correios entram em greve nacional contra privatização

Os funcionários dos Correios entraram em greve geral por tempo indeterminado. A categoria quer impedir a redução dos salários e de benefícios, e é contra a privatização da estatal, que foi incluída no mês passado no programa de privatizações do governo Bolsonaro.

O reajuste salarial de 0,8% é um dos principais pontos reclamados pela categoria. No entanto, os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

"A direção da ECT e o governo querem reduzir radicalmente salários e benefícios para diminuir custos e privatizar os Correios. Entregar o setor postal a empresários loucos por lucro. Jogar no lixo o atendimento a todos os cidadãos, a segurança nacional envolvida nas operações, a integração nacional promovida pelos Correios", disse em nota a FindECT, fundação dos trabalhadores da estatal.

A decisão foi tomada em assembleias realizadas na maioria dos estados do Brasil, na noite de ontem, 10. A federação informou que a greve foi decretada em São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins, Maranhão e na maioria dos estados.

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!