Julho 16, 2020

Crise política catarinense continua em plena pandemia

Crise política catarinense continua em plena pandemia

A crise entre o governo do Estado e os prefeitos catarinenses vai continuar. As entrevistas de hoje, 16, no Bom Dia Santa Catarina e a exclusiva do governador ao jornalista Upiara Boschi demonstram claramente isso.

O secretário da Saúde, André Motta, disse claramente que há um componente político no posicionamento de alguns prefeitos. Com as eleições de novembro confirmadas, estariam esticando a corda e provocando atritos com o governo para buscar dividendos eleitorais.

Nesse caso, se isso está na raiz do problema, teríamos uma grande desconsideração pela saúde dos catarinenses, preterida por uma eleição.

Quase na mesma linha, o governador que ainda se recupera da Covid-19, afirmou que está na hora dos prefeitos fazerem a sua parte e assumirem riscos como ele já fez.

As duas autoridades do governo estadual confirmam que há inclusive material para instalação de mais UTIs, mas que alguns hospitais não querem receber para não assumir a contrapartida, que seria pessoal e insumos.

O governo cita dados estatísticos para mostrar que há uma boa gestão da Covid-19 no Estado, que a média de ocupação de leitos é de 80 por cento. Porém, o temor de todos – prefeitos com ou sem interesse eleitoral e da própria população - é que a pandemia se agrave. Na própria entrevista ao Upiara, Moisés disse que ainda não chegamos ao pico.

Assim, procede a preocupação de todos, que fica maior ainda ao ler as declarações de hoje, sem sinalização de um ponto de convergência. Falta um terceiro – uma figura relevante do Estado que pudesse se colocar entre as partes e encontrar um acordo para o bem geral. Se isso também nos falta, resta apelar para o bom senso – se é que também não foi vítima da pandemia.

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!