Fevereiro 07, 2017

Depois do susto, PMDB mantém posições na Assembleia

O líder do PMDB na Assembleia Valdir Cobalchini foi à tribuna na Assembleia para assegurar que o acordo que mantinha as posições da sigla nas comissões seria cumprido, de acordo com o número de 10 parlamentares eleitos, em 2014. Até mesmo o tempo de manifestação da bancada em plenário foi reduzido, em função da atual composição, de apenas oito parlamentares, mas o presidente Silvio Dreveck, que assistia à manifestação de Cobalchini, ratificou o pedido e restituiu o que fora acertado.

Foi um susto, até porque os peemedebistas, donos do maior número de cadeira no plenário, poderiam ter passado um atestado de displicência caso não conseguissem reverter a situação depois da manifestação regimental de Dreveck, nesta terça-feira, que estabelece a divisão de funções nas comissões para cada sigla ou bloco parlamentar. Seria um duro golpe, já que, menos espaço, significaria ter dois integrantes apenas na CCJ, Finanças e Ética e Decoro, e ter aberto mão de chamar os deputados-secretários, hoje três, para compor o plenário no dia 1° de fevereiro, na reabertura dos trabalhos. A lição foi aprendida e a confirmação do acordo assegurada também pelo vice-presidente Aldo Schneider.

 

E o líder

No encontro desta terça não ficou definido quem será o líder da bancada do PMDB: Valdir Cobalchini, atual líder, que representa o Meio-Oeste; ou Mauro De Nadal, ex-presidente da CCJ, que representa o grande Oeste. Cobalchini afirma que não é intransigente, que sugeriu o nome de Mauro, mas também avalia que atuou muito mais pelo partido, em 2016, em função do processo eleitoral, do que pela bancada, e que, por isso, gostaria de dar mais atenção. Mauro aguarda os acontecimentos.

 

Definido

Já nos lados da bancada do PT, o deputado Dirceu Dresch retorna à liderança. A deputada Luciane Carminatti assumirá a presidência da Comissão de Educação, que estava como o PMDB; Neodi Saretta presidirá a da Saúde e Padre Pedro Baldissera a da Pesca. Forte representação do Oeste nas comissões temáticas da casa.

 

ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

FATOR ECONÔMICO

A recuperação da economia da vizinha Argentina propiciou uma brincadeira do presidente Maurício Macri, em visita ao Brasil, que, em discurso, afirmou “que a corrente de afeto histórica, que cresce dia a dia (entre os dois países), tanto que vamos anexar Santa Catarina a qualquer momento”. A referência era à invasão dos turistas argetninos no Estado, estimada em 1,4 milhão neste verão. O governador Raimundo Colombo não tem do reclamar, a movimentação que os visitantes de lá fazem no comércio, no mercado imobiliário e na rede hoteleira produz divisas em terras catarinenses. Sem contar que dos 666 voos charter programados para este ano, apenas 24 foram cancelados até agora. Assista ao vídeo.

 

Boa notícia

Entre as propostas de integração, reforçadas no encontro de Temer com Macri, está a reativação dos planos do Corredor Bioceânico, para exportar produtos dos dois países pelos portos do Chile. A derrocada do Acordo Transpacífico, praticamente sepultado pelo presidente norte-americano Donald Trump, fez com que a ideia retorne à mesa de futuras negociações.

 

São muitos

Há milhares de argentinos em Santa Catarina, que vieram passar as férias no Estado e decidiram morar aqui, a partir da década de 1980. O Consulado do país vizinho em Florianópolis, cerca de 7 mil argetinos residem no Estado, cerca de três mil em Balneário Camboriú. Os dados extra-oficiais já chegaram a apontar mais de 15 mil.

 

Desabafo

O ex-deputado Renato Hinnig circulou pela Assembleia com uma carta contundente em que acusa “as rasteiras, os golpes baixos, as traições e todos os aspectos ruins” que marcaram a convivência com alguns dentro do PMDB, agremiação a quem agradece pelas oportunidades ao anunciar a desfiliação do partido. Servidor de carreira aposentado da Fazenda Estadual, Hinnig foi secretário regional da Grande Florianópolis e presidente do Iprev, mas perdeu o apoio dentro da sigla e deve ir para o PTB, informação que não consta no documento entregue pessoalmente a ex-colega de plenário.

 

MIRIAM ZOMER/AGÊNCIA AL

VISITA INSTITUCIONAL

O presidente da Assembleia Silvio Dreveck recebeu o ex-colega de plenário Dado Cherem, hoje conselheiro e presidente do Tribunal de Contas do Estado. Uma conversa bastante institucional, pois o TCE é um órgão auxiliar do Legislativo com autonomia financeira e de atuação. Acompanharam a conversa os conselheiros Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, vice-presidente do tribunal, e Wilson Wan-Dall, corregedor-geral.

 

Mais uma

O município de Concórdia é o mais novo a ter uma concessão para a chamada TV Legislativa em Santa Catarina, que, além de transmitir o sinal com o material produzido pela Câmara de Vereadores local, reproduzirá em sinal aberto as TVs da Câmara dos Deputados, do Senado e da Assembleia Legislativa. As emissoras serão captadas de forma gratuita por qualquer cidadão, como ocorre em Florianópolis, Lages, Blumenau, Brusque e Joinville.  

 

MAURÍCIO FREITAS/STCE

A APRESENTAÇÃO

A reunião do Conselho Estadual de Esporte era ordinária, mas serviu para que o secretário Leonel Pavan (Turismo, Cultura e Esporte) e o presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Júnior, se apresentassem ao grupo, presidido por Michele de Souza. Pavan e Vadinho, respectivamente presidente de honra e membro nato do conselho, explicaram que um dos maiores desafios deste ano é a obtenção de recursos para a realização do calendário esportivo oficial do governo do Estado.

.

 

Na direção

O ex-prefeito e ex-vice-prefeito de Rio do Sul, Garibaldi Ayroso (PMDB), o Gariba, assumirá a diretoria Financeira da Assembleia. Nesta terça, ele conversou com o presidente Silvio Dreveck e o vice Aldo Schneider. Formado em administração de empresas e funcionário do Banco do Brasil por mais de 34 anos, Gariba sente-se preparado para a missão, que o deixa no meio político.    

 

RÁPIDAS

 

* Não só para cuidar de situações extremas como o rombo financeiro de R$ 25 milhões do Hospital São José, de Criciúma, o prefeito Clésio Salvaro (PSDB) tem sido figura constante na Capital e deu até uma passada na Assembleia, onde conversou com o deputado Gelson Merisio, presidente estadual do PSD.

 

* Durante o encontro para tentar mais uma saída para o São José, de Criciúma, o secretário Vicente Caropreso (Saúde) anunciou que o Estado lançará uma campanha para incentivar a ação da filantropia nos 13 hospitais públicos e mais os terceirizados, dando como exemplo exemplos do que ocorre em unidades em Chapecó, Joinville e Jaraguá do Sul, abraçadas por entidades ou empresários locais.

 

* Continuidade da greve dos servidores municipais da Capital, engrossada pelos integrantes da rede municipal de ensino, o maior contingente da categoria, coloca em xeque a estratégia do prefeito Gean Loureiro (PMDB), que terá que manter sanções e estender a mão ao diálogo, e do Sintrasem, baseado em uma posição intransigente.

 

* Quem estava próximo à assembleia dos servidores, na Praça Tancredo Neves, ouviu um discurso ultrapassado de sindicalistas que parecia ter saído de um panfleto, com insistente referência ao “capitalismo” predador contra a categoria e o “imperialismo” que pretende atingir o serviço público. 

 

* Rio Capivari, nos Ingleses, um dos balneários mais procurados na Ilha de Santa Catarina, aitngido pela profusão de esgotos no local virou discurso do deputado João Amin (PP), à tribuna da Assembleia, um ataque direto à Casan e ao governo de Raimundo Colombo. 

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 35 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis) e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!