Dezembro 06, 2018

E-mails revelam que Mark Zuckerberg apoiou compartilhamento de dados de usuários do Facebook

E-mails revelam que Mark Zuckerberg apoiou compartilhamento de dados de usuários do Facebook
Foto: Reuters

O presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, questionou a prática empresarial de fornecer a milhões de desenvolvedores de software acesso amplo aos dados dos usuários antes de endossar a prática em 2012, segundo emails internos publicados ontem, 5.

A decisão tornou possível que um aplicativo de questionários coletasse dados de cerca de 87 milhões de usuários do Facebook no ano seguinte, e depois compartilhasse as informações com a agora extinta consultoria britânica Cambridge Analytica, que trabalhou na campanha presidencial de Donald Trump.

Zuckerberg lamentou a escolha em uma publicação no Facebook nesta quarta-feira, dizendo que reprimir o acesso aos dados um ano antes poderia ter ajudado a empresa a evitar um escândalo de privacidade que manchou a reputação dela.

Os emails de 2012 do executivo, obtidos por um painel do governo britânico que investiga o Facebook, traz luz sobre as deliberações internas relativas à questão estratégia sobre o compartilhamento de dados de usuários da rede social.

“Em teoria, queremos informações, mas as publicações que os desenvolvedores estão nos dando são realmente valiosos?” Zuckerberg escreveu em resposta a um longo email de outro executivo. “Eles não parecem ter (conteúdo) direcionado e eu duvido que eles também aumentem significativamente o engajamento.”

Uma alternativa proposta era cobrar os aplicativos pelo acesso aos dados dos usuários do Facebook, embora tal movimento provavelmente tivesse limitado o número de aplicativos que funcionam com o Facebook, escreveu Zuckerberg em uma mensagem. As informações são da Reuters.

 

 

Tags:
web
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!