Novembro 08, 2019

Globo anuncia nova estrutura após integração de marcas

Globo anuncia nova estrutura após integração de marcas

A partir de janeiro, TV Globo, Globosat, Som Livre, Globo.com, Globoplay e DGCorp vão se juntar em uma nova empresa que receberá o nome Globo. Anunciada hoje, 8, pelo presidente executivo Jorge Nóbrega, a estrutura integrada é resultado da estratégia de transformação digital da Globo, iniciada em setembro de 2018, com o programa UmaSóGlobo.

Por meio de nota, o grupo afirma que “o programa UmaSóGlobo alia tecnologia e dados a conteúdos de altíssima qualidade, permitindo ampliar a oferta de experiências ao público. Sem abrir mão de sua crença na força da TV, a empresa trabalha para ser também um dos maiores players de produtos e serviços digitais (D2C) do Brasil.”

Na nova estrutura, a Globo continuará apostando no conteúdo como diferencial competitivo, usando princípios e técnicas dos produtos digitais, lineares e publicitários.

“A marca Globo como a conhecemos hoje, sinônimo de TV aberta, passa a dar nome a uma empresa nova, ampliada, integrada e orientada a novos desafios e oportunidades. Estamos transformando nossos negócios atuais e desenvolvendo novos. A experiência digital mudou muito a maneira como o público consome mídia, conteúdos e serviços, e nós mudamos junto. O investimento que estamos fazendo em novas tecnologias e modelos de negócio não implica abandonar as nossas forças tradicionais. Nossa estratégia amplia a força da televisão, ao unir TV aberta e TV fechada às oportunidades digitais, com o consumidor no centro do negócio”, explica Jorge Nóbrega.

Nessa nova estrutura, Paulo Marinho, à frente de ‘Canais Globo’, responderá pela TV Globo, pela gestão da rede de afiliadas e pelo portfólio dos canais de televisão por assinatura.

A ‘Criação & Produção de Conteúdo’ será liderada por Carlos Henrique Schroder, que vai comandar a criação e produção, para todas as plataformas, de conteúdos de Entretenimento, Esporte e Jornalismo. A orientação editorial do jornalismo da empresa continuará sendo exercida pelo Conselho Editorial do Grupo Globo, que conta com a participação de Ali Kamel, diretor de Jornalismo da Globo.

‘Produtos & Serviços Digitais’ estará a cargo de Erick Brêtas, gerindo o portfólio de iniciativas digitais, como Globoplay, G1, Globoesporte.com, Gshow, a home da Globo.com, o Cartola e novos produtos e serviços que continuarão a ser lançados.

Concentrando toda a venda de publicidade, a área de ‘Soluções Integradas de Publicidade’, sob a direção de Eduardo Schaeffer, monetizará os inventários lineares e digitais, com a missão de maximizar a receita publicitária, oferecendo oportunidades para marcas e anunciantes que serão substancialmente alavancadas por inteligência de dados, gerando ainda mais resultados mensuráveis para os clientes.

A aquisição de diversos tipos de direitos necessários à produção audiovisual, principalmente em esporte e entretenimento, estará também reunida numa nova área, ‘Aquisição de Direitos’, sob a liderança de Pedro Garcia.

Comandada por Rossana Fontenele, a área de ‘Estratégia & Tecnologia’ será responsável pela proposição da visão de longo prazo do negócio, parcerias e alinhamento estratégico. ‘Tecnologia’, disciplina fundamental para a transformação da Globo em uma empresa mediatech, também se reportará a Rossana.

‘Marca & Comunicação’ terá Sergio Valente à frente. ‘Finanças, Jurídico & Infraestrutura’ responderá a Manuel Belmar. Claudia Falcão vai liderar ‘Recursos Humanos’. Paulo Tonet comandará ’Relações Institucionais’. E Marcelo Soares estará à frente da ‘Som Livre’ – acumulando essa função com a gestão do ‘Sistema Globo de Rádio’.

A ‘Editora Globo’, sob a direção geral de Frederic Kachar, permanecerá com gestão independente da nova estrutura Globo, se reportando a Jorge Nóbrega.

Roberto Marinho Neto assumirá a liderança da ‘Globo Ventures’, saindo do comando do Esporte. Na Globo Ventures, será responsável pelos investimentos diretos dos acionistas em novos negócios, mantendo uma relação constante de proximidade e atuação articulada com a Globo.

As mudanças começam a ser implantadas em janeiro e a evolução desta primeira etapa da estrutura organizacional da Globo será detalhada nos próximos meses, como parte dos desdobramentos do programa UmaSóGlobo.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!