Julho 02, 2020

Governo usa fotos de banco de imagem para simular conversa com Bolsonaro

Governo usa fotos de banco de imagem para simular conversa com Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro divulgou nesta semana uma propaganda em que ele conversa, por telefone, com populares cujos rostos estão disponíveis em bancos de imagens. Uma das fotos, inclusive, já ilustrou outra campanha do governo, segundo reportagem da Folha de São Paulo.

O vídeo começa com uma pergunta de uma cidadã chamada Dona Maria Eulina, anunciada como moradora do Ceará. Ao mesmo tempo, aparece uma foto atribuída a ela. Ouve-se o que seria a sua voz: "Alô, presidente. Aqui é Maria Eulina, de Penaforte [cidade cearense]. Quero saber como é que está o projeto de transposição do Rio São Francisco, aqui no Ceará".

Em seguida, Bolsonaro responde: "Olá, Maria Eulina. Aqui é o presidente Jair Bolsonaro. Que bom falar com a senhora. Nós acabamos de inaugurar mais uma etapa do eixo Norte, nessa semana, aí no Ceará".

No entanto, a foto atribuída a Maria Eulina pode ser facilmente encontrada no site iStock, que vende fotografias profissionais. Na plataforma, a imagem é creditada ao usuário Mailson Pignata e é descrita como “Mulher idosa feliz que sorri feliz na idade adulta”. O preço da foto é de 45 reais.

Depois de "Dona Maria Eulina", quem pergunta é "Francisco Valmar", de Parnamirim (RN), que questiona se há "alguma notícia boa" em relação a trem urbano. A foto que aparece está no Shutterstock sob a legenda "retrato de trabalhador na fábrica no fundo" e, segundo o site, pode ser baixada gratuitamente.

De acordo com a Folha, o "trabalhador na fábrica no fundo" já estrelou outra campanha do governo, "O Brasil não pode parar", criada pela Presidência em março para respaldar o discurso de Bolsonaro de reabertura do comércio.

A reprodução de fotos de bancos de imagem é uma prática comum na publicidade. No entanto, a propaganda veiculada dá a entender que "Maria" e "Francisco" são, de fato, moradores dos estados em um diálogo com o presidente.

Procurada, a Secom (Secretaria Especial de Comunicação) não respondeu à reportagem.

Tags:
marketing
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!