Junho 14, 2019

Greenwald relata ameaças após vazar conversas

Greenwald relata ameaças após vazar conversas
Reprodução

O jornalista americano Glenn Greenwald afirmou ontem, 13, à AFP, ter recebido ameaças "grotescas", inclusive contra o marido e filhos, após ter publicado trocas de mensagens envolvendo Sérgio Moro e o procurador da Lava-Jato, Deltan Dallagnol.

Greenwald afirmou que "a violência política é uma realidade" no Brasil e que ele não deixará o país.

"Sabíamos que, quando publicássemos essas reportagens sobre figuras muito poderosas do governo Bolsonaro, isso geraria muito ódio, animosidade e ameaças", disse Greenwald um dia depois que o The Intercept divulgou mais conversas entre Moro e Dallagnol.

"Recebemos algumas ameaças gráficas realmente repugnantes, detalhadas e grotescas que são muito perturbadoras, e levamos a sério", disse.

As ameaças, enviadas por e-mail e mídias sociais, também tiveram como alvo marido dele, o deputado federal David Miranda (Psol-RJ), e os dois filhos adotivos. A Polícia Federal já foi acionada para proteger a família de Greenwald.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!