Dezembro 07, 2018

Grupo Abril propõe pagar apenas 8% da dívida em 18 anos

Grupo Abril propõe pagar apenas 8% da dívida em 18 anos

O Grupo Abril propôs aos credores pagar apenas 8% da dívida em até 18 anos. Se a oferta acabar sendo aceita, significará um calote de 92% dos débitos, que chegam a R$ 1,6 bilhão. As informações são da Folha de São Paulo.

O prazo de pagamento previsto pela companhia é dividido em três anos de carência e um parcelamento mensal com 15 anos de duração. O indexador de reajuste sugerido é a TR, a mesma utilizada para a poupança, que atualmente está zerada.

Fundada em 1950 por Victor Civita, o Grupo Abril enfrenta grave crise financeira. No ano passado, o conglomerado registrou prejuízo consolidado de R$ 331,6 milhões. O patrimônio líquido estava negativo em R$ 715 milhões, o que significa que os ativos não cobriam dívida.

Os maiores credores do Grupo Abril são Itaú, Bradesco e Santander. Também há dívidas com fornecedores de papel, empresas de telefonia, postos de gasolina, editoras concorrentes, centenas de microempresas, ex-funcionários etc. Somente as dívidas trabalhistas equivalem a cerca de R$ 90 milhões.

Segundo advogados de credores ouvidos pela Folha, a proposta seria agressiva a tal ponto para minimizar o impacto de novas concessões em futuras reuniões. O plano não detalha ações para tornar a empresa financeiramente viável novamente, mas admite a possibilidade de novos sócios e a negociação de ativos, mencionando a intenção de se desfazer de operações como a gráfica e das empresas de distribuição Tex Courier, Dilogpar e Casa Cor.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!