Hospedagem diferentona

Hospedagem diferentona
Foto: reprodução

Hospedagem em vinícolas não é necessariamente algo novo. Esse tipo de acomodação é oferecido em regiões como Mendoza, Napa Valley e até nas Serras Gaúcha e Catarinense. Agora, dormir dentro de uma barrica de vinho é algo que poucas vinícolas podem oferecer. A novidade é obra da Quinta da Pacheca, em Portugal, que transformou dez barris gigantescos em suítes luxuosas. As suítes/barricas estão instaladas defronte aos parrerais da região do Douro, patrimônio histórico da humanidade. As diárias custam a partir de 225 Euros e valem cada centavo, como dá para perceber pela reportagem da TV portuguesa. A vinícola fundada no século XVIII, possui outra ala com quartos mais “convencionais”, um restaurante, e ao longo do ano organiza uma série de eventos relacionados ao mundo dos vinhos: de cursos a provas de degustação.

 

Cerveja e câncer

Pacientes com câncer de mama já podem beber cerveja. Pelo menos na República Tcheca. A advogada Jane Drexlerova, que já teve a doença, inventou uma receita que mistura suco de maça a uma cerveja sem álcool, pra amenizar o gosto metálico da quimioterapia. O resultado é uma bebida fortificada com potássio e vitaminas do complexo B, com sabor adocicado e frutado. A Mamma Beer, como é chamada, é produzida em Zatec, ao norte de Praga, e começa ser exportada pra outros países da Europa e também Estados Unidos. 

 

Humor britânico


(Foto: divulgação)

A inglesa Bristol Dry Gin Micro Destillery provocou polêmica ao longo da semana, durante o lançamento de uma vodka. O problema não foi o inusitado teor alcoólico de 75% – quase o dobro de uma vodka normal – e sim o nome da bebida: Novichok. A ideia inicial era mostrar que a bebida era potente como o agente químico russo homônimo que provocou a internação de um ex-espião russo e a filha dele. O problema foi o timming. Dois dias após o lançamento da bebida, uma professora morreu e o companheiro dela foi internado, ambos intoxicados com o mesmo agente químico. A empresa se desculpou pelo mau jeito e anunciou que não vai mais produzir a bebida. Mas... o primeiro lote se esgotou poucas horas após ser lançado.

 

D’além mar

As cervejas da Ambev ficaram com 36 das 108 medalhas do World Beer Challenge 2018, realizado no fim de maio em Portugal. A Colorado conquistou 10 medalhas de ouro, 10 de prata e a Bohemia 4 ouros, 3 pratas e 5 bronzes. Entre os destaques a Nassau (ouro) e a Eugênia (prata) da Colorado, duas fruit beer que estão entre as minhas preferidas. Cervejarias de 31 países – principalmente da Europa – participaram do concurso. A lista completa dos medalhistas você confere no site.

Quem também está mandando cervejas pra fora – mas não pra concorrer a prêmios – é a Lohn Bier, de Lauro Muller. A empresa despachou essa semana um lote de cervejas variadas para o Milwaukeee Brewfest. O evento está na nona edição e ocorre pertinho do Lago Michigan, quase na fronteira com o Canadá. É o primeiro evento internacional da cervejaria catarinense que, de largada, vai disputar espaço com Founders, Sierra Nevada, Eviltwin Brewing, Hofbräu e outras cervejarias locais. O evento começa no dia 28.

 

Duas garrafas em uma


(Foto: divulgação)

Um estúdio de design da Alemanha anunciou a criação de uma garrafa capaz de manter a bebida gelada por mais tempo, sem a necessidade de voltar para a geladeira. Chamada de Cooleo, a garrafa tem duas camadas de borosilicato, que é mais resistente que o vidro comum e que mantém a temperatura por mais tempo, tanto para gelados, quanto líquidos quentes. Ao invés de rolha, a tampa também é de vidro. O projeto começou a ser desenvolvido em 2014 e as garrafas hi tech devem chegar ao mercado só em junho do ano que vem.

 

SHOT

Jornal carioca O Globo publicou essa semana um roteiro para quem pretende conhecer a região vinícola mais famosa dos Estados Unidos. São 36 horas no Napa Valley, com opções que complementam a degustação de vinhos: museus, restaurantes, passeios e baladas.

Estudo sobre o mercado cervejeiro no Paraná mostra que o estado tem capacidade de produzir 2,3 milhões de litros de cerveja por mês. O levantamento feito pelo Sebrae, com base em informações do Ministério da Agricultura (MAPA), mostra que são 93 cervejarias instaladas no estado – 89 delas com menos de 50 funcionários. O estudo tem gráficos fenomenais com as cervejas mais produzidas no estado, o perfil de investidores e funcionários e até a forma de divulgação dos produtos

Cervejarias catarinenses e de outros estados participam do Criciúma Cervejeira, que começa nesta sexta-feira (13) no Bem Music Hall, em Criciúma. O Festival reúne 15 empresas, com cervejas de estilos variados. Já em Florianópolis, a Coza Linda comemora 4 anos neste sábado (14). A festa vai ser em Coqueiros, com cervejas próprias e convidadas. A Coza Linda avisa: vá preparado pra algumas surpresas nas chopeiras.

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!