Abril 16, 2019

Incêndio na Notre-Dame é controlado; Marcas de luxo fazem doação para reconstrução

Incêndio na Notre-Dame é controlado; Marcas de luxo fazem doação para reconstrução
reprodução

Por volta das 7h (2h do horário de Brasília) desta terça-feira, 16, após 9 horas, do início do incêndio na catedral Notre-Dame, de Paris, o fogo foi controlado. Bombeiros e especialistas avaliam o impacto das chamas que destruíram o telhado e derrubaram a "flecha", a torre mais alta da catedral. O objetivo agora é saber se a estrutura oferece suficiente estabilidade.

A família do bilionário francês Bernard Arnault, dona da marca de luxo LVMH, vai doar 200 milhões de euros para a reconstrução da Notre Dame. François Henri Pinault, líder da companhia de bens de luxo Kering, também anunciou uma doação de 100 milhões de euros para a catedral.

A icônica igreja contará com mais ajuda além da oferecida pelos bilionários. O líder na União Europeia Donald Tusk pediu aos países-membros que ajudem a França a reconstruir a Notre Dame.

A tragédia de Notre-Dame gerou mensagens de pesar e de solidariedade de chefes de Estado e de Governo de vários países, incluindo o Brasil, bem como do Vaticano e da Organização das Nações Unidas.

Patrimônio mundial da humanidade desde 1991, a catedral abriga inúmeros tesouros religiosos e artísticos, como vitrais, esculturas e pinturas. Alguns dos mais importantes para os cristãos são relíquias atribuídas a Jesus: a coroa de espinhos que acredita-se ter sido usada antes da crucificação; fragmentos de madeira da cruz; e um prego do Santo Sepulcro (templo cristão em Jerusalém onde, de acordo com esta fé, ocorreu a crucificação e ressurreição de Jesus Cristo).

A coroa - adquirida pelo rei Luís IX em 1238 e conservada na Notre-Dame desde 1806, assim como a túnica do próprio Luís IX, foi salva do incêndio, segundo o reitor da catedral, o padre Patrick Chauvet. A Notre-Dame também tem relíquias da Santa Geneviève, padroeira de Paris, e de São Denis.

Não se sabe, até o momento, detalhes sobre mais itens que tenham sido preservados ou destruídos pelo fogo. As causas do incêndio ainda não são conhecidas, mas podem estar ligadas a obras de renovação no local.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!