Fevereiro 13, 2020

Integrantes da Lava Jato viram réus em ação sobre outdoor

Integrantes da Lava Jato viram réus em ação sobre outdoor

Procuradores da Lava Jato vão ter que explicar na Justiça se têm relação com um outdoor em homenagem à operação instalado no ano passado na região metropolitana de Curitiba. As informações são de Vinicius Konchinski, do UOL.

Treze membros e ex-membros da força-tarefa de combate à corrupção tornaram-se réus de uma ação popular que busca esclarecer quem são os responsáveis pela placa comemorativa.

A propaganda foi posta numa via de acesso ao aeroporto Afonso Pena em março de 2019, mês em que a Lava Jato completou cinco anos. Nela, há fotos de integrantes da operação e a frase: “Bem-vindo à República de Curitiba, terra da Lava Jato, a investigação que mudou o país”.

Os procuradores, incluindo Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no Paraná, foram citados pela Justiça Federal para se pronunciarem sobre a propaganda no final de janeiro. Até agora, nenhum deles se manifestou.

Procurada pelo UOL, a força-tarefa do Ministério Público Federal do Paraná informou que seus "atuais membros não tiveram relação com o outdoor e se pronunciarão nos autos em momento oportuno".

Além dos integrantes e ex-integrantes da força-tarefa, a empresa Outdoormidia, que instalou a placa, também foi citada. A empresa informou que quem contratou a propaganda da Lava Jato foi João Carlos Queiroz Barbosa. Ele é músico e já disse não ter pago pela placa.

Barbosa, inclusive, foi a uma delegacia de Curitiba em julho de 2019 informar autoridades que o nome dele foi usado indevidamente para a contratação da propaganda. A Polícia Civil disse que ainda apura o caso.

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!