Julho 11, 2019

Justiça manda afiliada da Globo reintegrar jornalistas demitidos em Alagoas

Justiça manda afiliada da Globo reintegrar jornalistas demitidos em Alagoas
Reprodução

O Ministério Público do Trabalho (MPT-AL) recomendou a reintegração de todos os 15 jornalistas demitidos pela TV Gazeta, afiliada da Globo em Alagoas, após a greve de Jornalistas do Estado que durou nove dias. Os profissionais foram dispensados na quinta, 4, logo após o fim do movimento, que era ilegal por determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-AL).

Na notificação, o procurador ressaltou que a Constituição Federal protege a relação de emprego contra despedida arbitrária ou sem justa causa e assegura ao trabalhador o direito de greve. O MPT quer uma prova de que a TV Gazeta/Globo não demitiu os profissionais por retaliação. Enquanto a emissora faz a defesa, os jornalistas devem ser reintegrados.

Além da notificação de reintegração, o MPT-AL também determinou que se cumpra uma antiga notificação de não descontar salários dos grevistas durante os dias em que eles não foram trabalhar.

Para o Sindicato de Jornalistas de Alagoas, a perseguição aos grevistas ficou evidente e a emissora burlou a lei ao fazer as demissões antes da publicação de acórdão que protege os jornalistas de desligamentos por três meses.

Iniciada no dia 25 de junho, a greve dos jornalistas de Alagoas paralisou os três maiores grupos de comunicação do estado. As empresas propunham redução de 40% nos salários de novos empregados. Estagiários, reprises e jornalistas de outros estados foram acionados para que os telejornais fossem ao ar. As informações são do Observatório da Televisão.
Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!