Março 29, 2020

KZ Gestão de Líderes e as dicas para trabalhar em home office

KZ Gestão de Líderes e as dicas para trabalhar em home office
Divulgação

Mariana Koch é psicóloga, especialista em líderes e professora de MBA com diversas especializações pelo mundo. Há 12 anos, ela atua há frente da KZ Gestão de Pessoas/Líderes em São José, a primeira empresa de Santa Catarina a desenvolver a formação de Business Partner para os profissionais de RH. Hoje já são mais de 10 mil líderes desenvolvidos, 500 horas de atendimento de executive coaching e 400 empresas atendidas em todo o Brasil. 

Ela conta na entrevista sobre como enfrentar a quarentena com sabedoria, dicas para trabalhar em home office e explica como os líderes devem se comportar neste momento de ansiedade e incertezas. 

 


Como funciona o seu trabalho? 

Hoje eu atuo como Especialista de líderes, realizo mentorias para gestores e empreendedores. Trabalho com base no autoconhecimento deles, afinal, nossas historias, nossos valores e crenças atuam diretamente no negócio.

É incrível observar o gestor se conhecendo, e ao mesmo tempo, decolando com suas metas e seu negócio. Já passaram mais de 10.000 líderes em todo o Brasil pela KZ.
 

 

E como está sendo durante a quarentena? A KZ segue atuando?

A quarentena está sendo um grande desafio para todos nós. É momento de isolamento e mudanças. É uma oportunidade de praticar a resiliência. Aquela capacidade de se reerguer com rapidez diante de uma crise.

Grandes líderes já passaram por isso e muitas vezes, se reinventaram. Eu gosto de indicar o filme do Walt antes de Mickey, que fala exatamente da trajetória difícil do empreendedor até criar seu império. Das dificuldades e crises que ele enfrentou.

Eu costumo falar que a oportunidade pode se esconder na dificuldade. Nós, da KZ estamos trabalhando em HO, utilizando ferramentas para os atendimentos on-line. E está sendo uma experiência interessante.

 


 Você tem alguma dica de foco e organização para o trabalho em home office?

Sim! Se possível,

1 - Prepare um ambiente que você possa evitar distrações, de preferência em uma sala privada. 

2- Realize uma rotina parecida com o escritório com horários pra iniciar o trabalho, pausas e finalização.

3- Trace metas para o dia. Quais atividades você pretende iniciar e finalizar? Afinal, a televisão, a cozinha e o sofá estão ao lado. É fácil cair nas tentações de deixar para depois as atividades.

4- Para as mulheres com crianças em casa: Evite a auto cobrança. Fazer HO com crianças em casa em quarentena é diferente de realizar HO por escolha, quando as crianças estão em aula. Compartilhe com os colegas de trabalho esta situação.

 

 

Que dica você tem dado aos líderes para enfrentar essa fase perante as suas equipes?

As crises exigem que os executivos liderem e gerenciem efetivamente. Atender as necessidades urgentes do presente é trabalho da gerência.

Os líderes precisam fazer escolhas imediatas e alocar recursos. O ritmo é rápido e as ações são decisivas. 

Confiem nas pessoas, deleguem para o seu time. 

Evitem as atividades operacionais (afinal, você é gestor) e foque nos resultados que sua decisão trará para a empresa.

O time precisa de segurança neste momento, de um líder que filtre as tensões e busque muito mais a ordem em vez do controle.

 


E na volta? O que fazer?

Depende da estratégia de cada empresa. Avalie como estará seu cliente. Por exemplo, minha contadora concederá 30% de desconto durante os próximos três eses para seus clientes. Ela já está sendo proativa e avaliando a situação.

Mas, de maneira geral, faça mais parcerias, negocie com fornecedores, amplie sua rede de networking, leia histórias de empreendedores, tenha metas modelos. Por fim, pense em novas soluções que possam atender de maneira mais atrativa e menos onerosa seu público. 

 


Como empresária, como você vê o cenário econômico no país pós Covid e quais são as estratégias da KZ para seguir?

Vejo que será um momento crítico de recesso econômico. Precisaremos nos reinventar.

A nossa estratégia é fortalecer ainda mais os empreendedores e líderes para enfrentarem esse período de maneira mais estratégica.

Como nossos clientes dizem, estimulamos o pensar fora da caixa. Ver outras possibilidades no mercado. Se reinventar, começando pelo autoconhecimento. 

 


 
Quando tudo isso passar, você tem novos projetos para lançar, certo? Pode dar um spoiler?

Sim, vamos lançar uma formação  no mercado de Florianópolis para empreendedores e líderes. Além disso, vem aí um grande projeto social que vem ao encontro deste momento. 

 

 

Tags:
social entretenimento Floripa Florianópolis gente festas eventos agenda
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Yula Jorge

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. 
Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.

Comentários

Rancho Açoriano

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!