Setembro 09, 2019

Moro investe em campanha publicitária para apoio ao pacote anticrime

Moro investe em campanha publicitária para apoio ao pacote anticrime
Reprodução

O pacote anticrime de Sergio Moro vai ganhar, em breve, uma campanha publicitária. Ela já deveria estar no ar desde 12 de junho, mas as peças acabaram na "geladeira" após a divulgação das primeiras reportagens envolvendo troca de mensagens atribuídas a Moro e a procuradores da Lava Jato.

O governo negou que a suspensão da propaganda estivesse relacionada ao escândalo e atribuiu a decisão à discussão da reforma da Previdência. A justificativa oficial foi a de que os comerciais na TV, no rádio e nas redes sociais foram adiados para não desviar o foco da reforma da Previdência.

Segundo O Globo, "a propaganda oficial usará depoimentos e casos reais de vítimas de violência em busca de apoio da população ao projeto , enviado em fevereiro ao Congresso". Em maio, o governo adotou estratégia semelhante, ao colocar nas ruas a propaganda em defesa da reforma da Previdência .

A campanha está orçada em R$ 10 milhões, de acordo com o Estadão. A criação é da Artplan.

O projeto de lei anticrime propõe alterações em 14 leis, como os códigos Penal, de Processo Penal e Eleitoral, além das legislações que tratam de crimes hediondos e execução penal.

Tags:
marketing
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!