Fevereiro 18, 2019

Napoleão fez reunião na Capital antes da desfiliação

Napoleão fez reunião na Capital antes da desfiliação

Dois dias antes de anunciar a desfiliação do PSDB, Napoleão Bernardes almoçou na sexta (15) com líderes do PSD e com o ex-senador e governador Jorge Bornhausen, no Novotel, em Florianópolis, conforme revela a foto repassada à coluna. O ambiente retira o caráter secreto da conversa e pode, no futuro, indicar o novo endereço político do ex-prefeito de Blumenau, que concorreu a vice-governador na chapa de Mauro Mariani (MDB), em 2018. Estavam à mesa, além de Bornhausen, o presidente da Assembleia Julio Garcia (PSD), o ex-governador Raimundo Colombo e o deputado federal Ricardo Guidi (PSD). Julio minimizou as ilações que virão do encontro e afirmou que tinha um almoço marcado com Bornhausen e Guidi, e, como recebeu uma ligação de Napoleão, resolveu estender o convite a ele. Na presença de dois exímios articuladores políticos, o ex-prefeito informou que deixaria o PSDB, antes mesmo de tornar pública a decisão, o que só ocorreu no domingo (17) à noite. Julio acredita que é prematuro fazer qualquer projeção sobre uma futura articulação que fizesse o agora ex-tucano, que tem o respeito dos integrantes do encontro, estar junto ao grupo político representado naquela mesa.

 

Preferido

Não é de hoje que Julio considera Napoleão o melhor nome para disputar o governo em 2018, algo que externou aos tucanos e aos pessedistas em meio às composições para a corrida ao Centro Administrativo. A habilidade do presidente da Assembleia em construir alianças tem limite, e o próprio Julio considera que, antes de junho deste ano, nada pode ir muito à frente, pois pouco se sabe como estarão os partidos, assolados por uma onde de ameaças de debandadas por conta da janela de troca no final de março e início de abril. Ou pelos desgastes internos em muitas legendas, que realizam suas convenções municipais e estaduais para a escolha dos presidentes.  

 

Aceitou

Julio também minimizou especulações sobre a contratação de Jean Havenstein, um dos mais próximos de Napoleão, como assessor de Relações Institucionais para Assuntos Internacionais do Legislativo Estadual. Na versão oficial, o nome de Havenstein foi apresentado ao chefe de Gabinete Eron Giordani pelo ex-tucano e, após uma entrevista, aprovado para a função. “Não tem nenhuma troca”, avisa Julio.   

 

Tucanos confirmam a surpresa

O PSDB estadual divulgou uma nota oficial, no início da tarde desta segunda (18), para tratar do assunto desfiliação de Napoleão Bernardes. Sem o que dizer de desabonador, o presidente Marcos Vieira assina uma nota onde salienta a surpresa em torno da saída e agradece pela vida política do ex-prefeito dentro da sigla, embora acrescente que o trabalho da sigla está, a partir dos resultados nas urnas em 2018, em direção à renovação. Leia na íntegra.

 

AGÊNCIA CÂMARA

APERTO CONTRA OS ASSALTOS

Protocolado junto à mesa diretora da Câmara o projeto do deputado federal Hélio Costa (PRB) que quer tornar crime hediondo o assalto a residências quando os marginais portarem arma de fogo ou branca (facas, canivetes), que passariam a ser inafiançáveis. Hélio justificativa que a residência é um bem inalienável do indivíduo e que o delinquente que atenta contra esse direito está ferindo o que de mais sagrado o cidadão tem que é a família, além de ponderar que, hoje, a lei prevê a mesma punição para um delito na rua ou praticado na casa das pessoas.

 

Destino do auxílio-mudança

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul receberá do deputado federal Carlos Chiodini (MDB) uma doação dos aproximadamente R$ 26 mil do auxílio-mudança. Para Chiodini, “em vez de devolver para Câmara, vamos doar para esta entidade centenária que realiza um trabalho maravilhoso para sociedade jaraguaense e catarinense”. O repasse será efetivado tão logo o valor for depositado na conta do deputado, no final deste mês.

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 34 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, nas RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis e na Rede TV Sul!; comentarista na RIC TV Record e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários nas rádios do Grupo RCC (Bombinhas e Nova Trento) e na 105 FM (Jaraguá do Sul); e assina uma coluna no Diarinho, de Itajaí.
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!