Outubro 09, 2019

Nobel de Química é atribuído a cientistas que criaram bateria para celular

Nobel de Química é atribuído a cientistas que criaram bateria para celular
Reprodução/Twitter

O Prêmio Nobel de Química foi concedido hoje, 9, ao americano John Goodenough, ao britânico Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino pela invenção das baterias de íon-lítio, presentes atualmente em muitas tecnologias cotidianas.

"Esse tipo de bateria leve, recarregável e poderosa é usada atualmente em todos os lugares, em telefones e computadores e veículos elétricos", afirmou a Academia Real Sueca de Ciências, que concede o prêmio. "Ela também pode conservar quantidades significativas de energia solar e eólica, abrindo caminho para uma sociedade livre de combustíveis fósseis", explicou. 

O anúncio foi feito em Estocolmo, na Suécia, pela Real Academia de Ciências. A informação foi dada pelo secretário geral da academia, Goran Hansson. Os ganhadores dividirão R$ 3,7 milhões.

Bateria de íon de lítio é um tipo de bateria recarregável muito utilizada em equipamentos eletrônicos portáteis, como celulares, por exemplo. Armazenam o dobro de energia que uma bateria de hidreto metálico de níquel e três vezes mais que uma bateria de níquel cádmio.

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!