Maio 07, 2020

Nossa Jogada

Nossa Jogada
Vilela, Orivaldo, Souza, Miltinho, Ari e Danilo; agachados: Ademir, Moacir, Lica, Fio e Celsinho. Dezembro de 1972. Acervo de Djair Veloso

1 – Nós gostamos de você

Fio chegou ontem à tarde e espera ficar no Avaí. O treinador Walter Miraglia confirma que ele irá enfrentar o Pinheiros, clube paranaense que participava do Torneio Integração, em que ainda tinha Figueirense e o Iguaçu, no Paraná. Foi assim que noticiaram a chegada do Fio Maravilha na Ilha.

Isto foi em dezembro de 1972, jogou uma única partida. Foi contratado para dar cartaz ao Avaí, tornar um clube “nacional” e pressionar a CBF para indicar o time de Fernando Bastos ao Campeonato Nacional de 1973.

Joceli Santos lembra que o grupo estava concentrado no Hotel da Lagoa, no morro, e que pertencia a Manoel de Menezes, pai do Cacau. Quando Fio chegou, Rubão deu início a “resenha”. Depois, como o Avaí não passou pelo Figueirense, para representar SC no nacional, Fio foi embora. E em 1973, assinou contrato com a Desportiva Ferroviária do Espírito Santos. Atuou em 14 partidas e não marcou nenhum gol.

Aqui há lembranças de Fio.

 

2 - Craques

Nelinho e Idésio - Que me ensinaram a amar o futebol, independente se tinham a cor da pele um ou dois tons a mais do que a minha.

 

3 - Goleiro

Da Costa – Nome de goleiro, sangue de goleiro, ídolo debaixo da trave. Inesquecível. Ele levou o Figueirense a primeira participação, em 1972, a um Campeonato Nacional de futebol.

 

4 – Governador

Rubens Angelotti, presidente da FCF, espera por Moisés para atravessar o deserto e chegar à terra prometida: à volta do futebol. Antes da quarentena, em entrevista ao Renato Semensatti, Angelotti sugeriu dar o título ao Brusque. Esta entrevista circula nas redes sociais, e a turma do Avaí pressiona a FCF a proclamar o Avaí campeão de 2020. Será a segunda vez que o Avaí é proclamado campeão no tapetão. A primeira foi em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial. Os jogadores do América de Joinville, adversário na época, foram impedidos de viajar, pois serviam ao Exército. O jogo foi remarcado. Os jogadores continuaram no quartel e não viajaram à Florianópolis. Então a Federação Catarinense de Futebol  declarou o Avaí campeão estadual de 1942.

 

5 – Fiel

Na sociedade atual, não há mais fidelidade partidária; no casamento; na religião... Só a um time de futebol.

 

6 - Fique em casa

O recado vem de Gana, do grupo "Nana Otafrija Pallbearers' – aquele grupo que dança durante um enterro. Eles divulgaram uma mensagem com um alerta no final: - "Obrigado a todos os médicos do mundo que trabalham duro e cuidam de todos. Não esqueçam: fique em casa ou nós vamos dançar com vocês. Hehehehehe". (Confira aqui)

E eu acrescento: O mundo é redondo. O vírus volta.

 

Fim.

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 28, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 25, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 21, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 18, 2020

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC. Além de colunista no Portal Making Of é comentarista na Rádio Guarujá.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!