Maio 11, 2020

Nossa Jogada

Nossa Jogada

1 - Derriga

No Scarpelli, túnel da direita - Legra, Nilson, Carneiro, Lauro Burigo, Laurinho, Britinho, Cláudio Wagner, Evaldo Luiz, Gito Daux de gorro, Adilson Sanches e Caco, de costas, filando pipoca do Gito. No fundo, em destaque, Carlos Alberto Campos, repórter – o melhor.

Filho do seu Orlando Campos, o Manteiga, funcionário dos Correios e de Dona Jandira Comicholle, tia do Roberto Alves. Beto cresceu numa casa localizada na escadaria do Rosário. Jogou futebol no São Paulo, do Sargento Osni, com Nelson Alfaiate, Betinho e Menininho. Virou funcionário do Tesouro, locutor da Guarujá, cunhado do "plantão esportivo" Luiz Gonzaga Lamego e do Lênio Machado, casado com a Silvia - irmã dele.

Em 1972, Miguel Livramento o levou para a Rádio "Jornal a Verdade", do Padre Quinto, que tinha sido do Manoel de Menezes, localizada em Barreiros. Beto Derriga ou Beto Manteiga foi se juntar a Adilson Sanches, Murilo José, professor Brígido Silva - o nosso Rui Porto, e Newton César Viegas - o nosso Mário Moraes. Ele e Miguel apresentavam o programa Zero Hora Esportiva, começava e obedecia à máxima do Feijão: "as horas cô quero até às horas cô quisé"! Não tinha hora para terminar.

Morreu em 1978.

 

2 - Isolado em Cartagena

Marcelo Reitz, o Gusmão, velejador olímpico, permaneceu 40 dias isolado dentro do "Moleque", em Cartagena das Índias, na Colômbia. Está de volta à Ilha. Veio de carona. O governo autorizou um avião a vir ao Brasil resgatar cidadãos colombianos que se encontravam em São Paulo. Nele, Gusmão e Carla Lobato voltaram a SC. Enquanto recolhia o barco "Moleque", disse aos "vizinhos" fundeados: "Eu vou, mas volto". Quando? Não sabe!

 

3 - Amigos

Se existem oito amigos em um time, já está muito bom.

 

4 - Dinheiro

Todos nós sabemos que o dinheiro compra gols no futebol.

 

5 - Bernie Ecclestone

Frase de Ecclestone, de gerenciar a Fórmula1 a responsável pelo galinheiro, na fazenda que possui na cidade de Amparo, São Paulo. "Antes havia uma fórmula natural de eliminar pilotos; morriam um a cada dois anos".

 

6 - Na Espanha

Os jogadores espanhóis voltaram aos treinamentos individuais obedecendo a um protocolo: medem temperatura, hotéis exclusivos, viagens em aviões fretados, divididos em dois ônibus, mudam o uniforme no intervalo e cartão amarelo para quem cuspir no chão.

 

7 - Na Alemanha

Virou regra para jogadores alemães: sem sexo, são proibidos de receber visitas em casa, testes duas vezes por semana, máscaras, proibidos de conversas íntimas, veículos individuais e os jogadores não poderão entrar juntos pelo mesmo túnel.

 

8 – No Brasil

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético: "Enquanto estão enterrando gente, comprando – como vi em São Paulo –, sacos plásticos para botar corpo no frigorífico, ficam falando em política e de futebol! Voltar como: sem reza, grito de vitória, abraço e sem público nos estádios? Isto não é futebol”.

 

Fim.

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 28, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 25, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 21, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Maio 18, 2020

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC. Além de colunista no Portal Making Of é comentarista na Rádio Guarujá.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!