Março 12, 2020

Nossa Jogada

Nossa Jogada

Nesta foto, de 1972, de boné branco, cercado por jornalistas, é Otto Gloria, brasileiro e treinava o Grêmio de POA. Os jornalistas são: ao fundo Virson Houlderbaum; não identifico; de óculos escuros Claudio Brito; escondido João Carlos Belmonte; a esquerda de Otto - Jodoé de Souza e caminhando pela grama Claiton Selistre.

Otto Glória é assunto de outra nota abaixo.

 

LIVRO

Vai uma sugestão: Á Sombra das Chuteira Imortais – Crônicas de Futebol, de autoria de Nelson Rodrigues. Editoras Companhia das Letras, Rio 1993.

 

FRASES DO MISTER JESUS:

1 – O Julio Cesar, ex-goleiro do Benfica, ajudou a preparar o terreno para Jorge Jesus no Flamengo;

2 – O futebol e os clubes da Europa são o espelho do futebol mundial;

3 – A minha vontade é ficar. Só a saudade pode me levar de volta;

4 – Em 5m de jogo a gente percebe a estratégia do adversário;

5 – Há poucas duplas de ataque iguais a Bruno Henrique e Gabriel, disse: - Quem sabe Messi e Suarez, Ronaldo e Di Bala e uma terceira terei que pensar.

 

A MODA

Portugal virou moda. Rato passeando pela cidade do Porto, leu no jornal:           

- Brito, em jogo válido pela Segunda Divisão portuguesa, realizado no ultimo domingo (08/03), o Figueirense – time da Foz da Figueira perdeu de 9 a 0 para o Arouca.

 

VITÓRIA

Na quarta o Figueirense venceu o Fluminense por 1 a 0, no primeiro jogo da terceira fase da Copa do Brasil. Alemão – de alemão a gente pode chamar um jogador, marcou um gol.

Os cascudos não foram bem!

Os meninos se superaram. A volta será quinta no Maracanã. 

 

MUNDIAL

Este ano não teremos Liverpool de Flamengo pelo mundial de clubes. Os ingleses foram desclassificados da Champion pelo Atlético de Madrid e não irão ao mundial como campeão Europeu.  

 

PROVINCIANO

Na terça-feira a diretoria da ASFIG e do Figueirense estiveram no “CT do Cambirela”, em homenagem a grandeza da montanha em frente, e de um dos símbolos da nossa cultura, onde o clube forma e treina seus profissionais.

Mas o atual presidente da ASFIG, Carlos Fernando Carriço, que na ânsia de se tornar maior do que o Cambirela o Figueirense, citou, depois de relacionar as reformas que serão feitas no CT: - Aqui ergueremos o “Ninho do Gavião”.

Quem infeliz! Além de provinciano tentou comparar seu clube ao Flamengo e não contente homenageou uma organizada, que mais tem trazido problemas ao clube.

Que pequeno, querendo ser maior do que é.

Lamentável. 

Tem gente que não enxerga a grandeza de tão perto e prefere enxergar e elogiar o que esta longe.

A ilusão do futebol.

 

DOMINGO

Pelo Estadual de SC, quatro clubes andam com a corda no pescoço: Juventus, Chapecoense, Concórdia e Tubarão.

Destes: dois permanecerão na primeira divisão do estadual de 2021 de SC e os outros dois disputarão um play off para saber quem fica e quem cai.

 

REGULARIZAR

Um catarinense - Tullo Cavallazzi Filho irá coordenar o debate sobre a nova regularização do futebol brasileiro, em um seminário, a ser realizado no dia 19/03, em Brasília, para apreciar as propostas de modificar a legislação para o futebol no país.

Como a transformação dos clubes em Sociedade Anônima do Futebol, quando envolverá atenção a legislação trabalhista, que tanto tem contribuído para as dificuldades administrativas e financeiras dos clubes sociais de futebol no Brasil.

O tio Milton Cavallazzi fazia gols. O Sobrinho faz leis.

Salve!

 

EDITORIAL

DIGNOS DE DÓ...

Eu cresci lendo e ouvindo falar de Otto Glória (1917 – 1986), treinador brasileiro que levou a seleção de futebol de Portugal ao terceiro lugar no Mundial de 1966, na Inglaterra.

Otto foi idolatrado por este feito.

Logo depois alguns treinadores de futebol foram trabalhar em Portugal: Felipão, Carlos Alberto Silva, Geninho, Abel Braga, Paulo Autuori e Marinho Perez que não foram lembrados pelos “treineiros” brasileiros quando criticaram a contratação do português Jorge Jesus pelo Flamengo.

Esquecem rápido e se diminuem.

Os nossos treinadores e jogadores podem trabalhar em Portugal, por que um português não pode trabalhar no Brasil?

Os portugueses não gostavam era de dentistas brasileiros.

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Abril 02, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Março 30, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Março 26, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Março 23, 2020

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC. Além de colunista no Portal Making Of é comentarista na Rádio Guarujá.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!