Julho 20, 2020

Nossa Jogada

Nossa Jogada
Foto Leandro Boeira

1 – Até lá...

A FCF - Federação Catarinense de Futebol marcou para o dia 28 os jogos Marcilio Dias x Criciúma, no Heriberto Hülse, e Figueirense x Juventus, no Estádio Orlando Scarpelli. No dia seguinte Brusque x Joinville, no Augusto Bauer, e Avaí x Chapecoense, este na Ressacada. “Se a crise sanitária evoluir, haverá outro adiamento”. O governador Moisés deu mais 14 dias de resguarde, a partir de hoje, 20. Até o dia 3 de agosto não teremos futebol. Na Chapecoense mais quatro jogadores deram positivos. Quando terminará o Estadual 20? A CBF quer iniciar o brasileiro no dia 8 de agosto. Onde? Em quantos estados? A Ressacada e os estádios brasileiros continuarão vazios, como na foto acima, do acervo do Avaí.

 

2 – O Capitão gostou!

Entenderam quando coloquei no meio do texto a frase: “O Capitão gostou!”? Estava no meio do item: Festa Vazia, sobre a conquista do título carioca vencido pelo Flamengo contra o Fluminense e transmitida pelo SBTTV. Vejam a foto, para perceber, como ele gostou que a TV Globo não tivesse transmitido a decisão carioca.

 

3 - Desistir

Marcilio Dias quer desistir do Campeonato Brasileiro da Série D, que inicia em setembro. Detalhes aqui.

 

4 - Cacau Lino, direto do Rio

Corrigindo o texto de que nem todos os treinadores que citei não teriam jogado futebol. “Professor, sir Alex Ferguson, eterno treinador do Manchester United, jogou futebol na Escócia, defendendo o The Rangers Football Club e o Dunfermline Athletic, onde foi artilheiro na temporada 1965-66. Os demais não jogaram futebol”.

 

5 - Reforço

O Figueirense trouxe dois atacantes e agora um lateral: Lucas Carvalho, 24 anos, estava no Japão e neste ano defendeu o São Luiz de Ijuí, no RS. O presidente Norton Boppré afirmou que ainda virão mais jogadores. Vale aquele clichê: “Todo bom jogador interessa”. O que seria do jogador ruim se os clubes de futebol se interessassem por eles?

 

6 - Flávio Félix

O ex-presidente do Avaí, hoje afastado: “Brito, e o que dizes do Campeonato Carioca findo sem contaminações? Por que jogadores são tão protegidos? E motoristas de ônibus, enfermeiros, balconistas, repartidores de delivery não? Que adoração é essa da imprensa pela saúde deles?”.

Do Avaí também, doutor!

 

7 - Propaganda

O jogador de futebol hoje em dia é um anúncio que anda.

 

8 – Racismo no Século XX

Em 1916. Imagine! No primeiro torneio sul americano de futebol a seleção do Uruguai venceu a do Chile por 4 a 0. No dia seguinte, os chilenos exigiram a anulação da disputa porque os uruguaios colocaram em campo dois africanos: Isabelito Gradim e Juan Delgado, negros, bisnetos de escravos que nasceram em Montevidéu e Florida. No início do Século XX, o Uruguai era a única equipe nacional que tinha jogadores negros no time.

 

9 – Jesus

Como treinador de futebol do Flamengo, virou unanimidade. O Flamengo transformou Jorge Jesus, que deu status de estrela a Rafinha, Gerson e Felipe Luiz. Recuperou Gabigol, que viera do Benfica, onde não vingou. Jorge Jesus volta à “terrinha”, com direito a jantar de despedida e homenagens. Realiza o sonho de um imigrante português no Brasil: veio, venceu e volta feliz. Há quem o critique. O que você quer? Ele vai fazer o que gosta, ser bem pago e perto de casa. Vai trabalhar no Benfica, um tipo “Flamengo” em Portugal. Quem virá treinar o “Mengo”, vai ter que conviver com as viúvas, com os fantasmas e com a inveja e o ciúme.

 

10 – As ultimas 10 rodadas

Um título ou o rebaixamento são decididos nas ultimas 10 rodadas de um campeonato com 20 clubes, com 38 voltas. Assim o Real Madrid conquistou o título espanhol, - depois da paralisação por causa da pandemia, vencendo 10 e empatando um jogo nas 11 rodadas. Perguntaram se Zidane se considera melhor treinador do que jogador? “Não, não, não. São coisas diferentes. Foram 20 anos como jogador e apenas quatro como técnico. Não dá para comparar”.

 

11 – Estamos aprendendo?

“O que estamos aprendendo? O ‘coração’ do futebol não pulsa nos estádios vazios e o respirador mecânico da televisão o mantém vivo como indústria do entretenimento”. No Brasil o que? No Espanhol que terminou ontem, a TV pode revelar ao público novos jogadores como Vinicius Jr., Asencio, Rodrygo, Kubo, Odegaard, João Felix, Ansu Fati, Riqui Puig, Carlos Fernández, Ferran... Nascidos neste século. Talentos. “Inteligentes, não poderão confundir o caminho, pois ainda têm o que aprender, a melhorarem e que tudo depende deles”. Enquanto nós, brasileiros, apostamos na geração do 7 a 1 em casa, continuando contratando veteranos.

 

Fim

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 13, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 10, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 06, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 03, 2020

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC. Além de colunista no Portal Making Of é comentarista na Rádio Guarujá.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!