Julho 23, 2020

Nossa Jogada

Nossa Jogada
A estrela do ano: Cloroquina

1 – João Saldanha e o presidente

A Cloroquina indicado para portadores de malária, foi estrela neste tempo de pandemia; assunto na editoria de saúde, depois na crônica social e agora nas páginas de política. Nas redes sociais é assunto político e ideológico como citou Alexandre Garcia: “... as liberdades estão sendo agredidas porque não querem deixar os médicos e pacientes se entenderem em relação ao tratamento precoce e tentam enganar a gente dizendo que é ciência. Não é! Isso é política e ideologia”. Foi quando me lembrei do João Saldanha, do presidente Emilio Garrastazu Médici e de Dario. Às vésperas do México 70, Saldanha, a princípio, foi diplomático: “O senhor é um torcedor apaixonado pelo futebol. Isto é uma maravilha. O Brasil precisava muito tempo de um presidente que goste de futebol como o senhor gosta”.

 

2 – Presidente, médico e treinador

Todos sabemos que o presidente Bolsonaro vive levantando e mostrando uma caixinha de cloroquina, como se fosse uma taça do mundo, e recomendando o uso do remédio. Mas redes sociais virou assunto político/ideológico. Não é função de um presidente receitar remédios, muito menos de jornalistas. Cada um na sua...

 

3 – Escalar o time e o ministério

Antes do Mundial de 70, a seleção brasileira jogou um amistoso contra a Argentina, em Porto Alegre, no dia 4 de março, e perdeu por 1 x 0, poucos dias antes o presidente Médici sugeriu Dario no lugar de Tostão. Ao final do jogo um repórter indagou a Saldanha sobre a situação física de Tostão.

- Está ótimo. Vai jogar a Copa.

- E o Dario?

- O que tem o Dario?

- Você vai dar uma oportunidade a ele?

- Dario é um excelente jogador, mas já tenho os meus atacantes.

- Você sabia que o presidente Médici gostaria que você o convocasse.

- Pois olha: o presidente escala o ministério dele que eu escalo o meu time.

Acrescento, parafraseando Saldanha: ... médico receita remédios!

 

4 – Torcedor como presidente

Na Ilha há muitos torcedores que sabem tudo de futebol. Dão palpites, mas não aceitam que nenhum jogador, nascido na região, jogue de titular no time dele. Vivem criticando e pedindo contratações. Criticam técnico, dirigentes, gerente de futebol e até preparador físico. São aqueles que sabem tudo, mas não sabem jogar futebol. Os mesmos que afirmam que técnico de futebol tem que ter sido jogador. O torcedor para criticar e indicar reforços não teria que ter sido torcedor também? Não, basta saber ascender uma “pomboca” para falar de futebol como entendidos.

 

5 – Treinador

Maurizio Sarri, técnico da Juventus de “Turim”, sabe responder às críticas quando o time não brilha. Então ele responde: “Provavelmente não sou simpático a algumas pessoas. Mas me interessam as opiniões de gente, que falam sobre um assunto em que penso saber. Pode ser que me equivoque, mas tenho todos os dados à disposição para quem quer expressar uma opinião. Aceito as críticas, mas me interesso relativamente”.

 

6 – Guga lateral

No ano passado, o Avaí negociou parte do contrato, em vigor, do lateral Guga, com o Atlético Mineiro e ficou com 30% do valor que o time mineiro conseguisse se negociasse o lateral com outra equipe. No início do ano, o presidente Francisco Battistotti esfregou as mãos por receber a informação de que o Flamengo, treinado por Jorge Jesus, queria o jogador. Semanas depois denunciou que o Atlético não pagará metade do que devia. Voltou a esfregar as mãos! Um jornal português especulou que o Benfica, atual time de Jorge Jesus, estaria interessado em Guga.

 

7 – Política no meio

A pedido do Flamengo o presidente Bolsonaro enviou ao Congresso uma Medida Provisória 984, modificando a comercialização das imagens das transmissões de jogos de futebol pelas emissoras de televisão. O Grupo Globo vem pagando aos clubes, um contrato assinado anterior a MP984 e entende que é detentor dos direitos exclusivos de transmissão de todos os jogos da Série A do Campeonato Brasileiro 2020, em todas as mídias. Há uma exceção: Red Bull Bragantino. E informa que alguns clubes firmaram contrato com a Turner como: Santos, Bahia, Ceará, Fortaleza, Coritiba, Internacional, Palmeiras e Athletico Paranaense e devem cumprir estes contratos.

 

8 – O Figueirense

Figueirense Futebol Clube divulgou, após reuniões entre os clubes da Série B, que é favorável à Medida Provisória 984, sancionada no dia 18 de junho, que disciplina a comercialização dos direitos de transmissões das partidas de futebol em solo Brasileiro. Acrescentou que se posiciona favorável a criação de uma Lei de Democratização das Transmissões de Futebol. Isto aí eu não entendi: democratização das transmissões de futebol? O futebol não é democrático?

 

9 - Como Avaí e Figueirense

Ao longo do tempo em que realiza um Brasileiro por pontos corridos e Copa do Brasil, os clubes tentaram negociar a venda de imagens com outras redes de televisão. Nenhuma cobriu as propostas da Globo. Num gesto político, para agradar o presidente, os clubes acreditam que esta MP-984 irá proporcionar a exibição de mais jogos, tanto em TV aberta quanto em canais por assinatura. Nas primeiras 10 rodadas divulgada pelo CBF, 15 jogos ficarão a descoberto o que desmente o argumento de que o torcedor terá mais opções para acompanhar seu time do coração, e que aos próprios clubes se abrem diversas oportunidades para geração de receitas, através da transmissão via serviços de streaming.

 

10 – Como funciona

Streaming é um serviço que transmite conteúdos pela internet, sem a necessidade de baixá-los, para você assistir o que quiser na hora que quiser, através do seu: notebooks, smartphones, tablets, SmartTvs, computadores e mesmo em alguns consoles. Funciona através de WiFi, serviços de 3G ou 4G. Quanto melhor for a conexão com a internet, melhor será o serviço streaming. Você terá que pagar e cito alguns serviços de streaming: Youtube, Netflix, DZN, Fox Sport, Face book, Disney, Globo play, Amazon Prime, TNT, Space e Fox Premium, nenhum de graça.

 

11 – Exemplo para você

Na primeira rodada, do brasileiro, está prevista a transmissão de Palmeiras x Vasco. Este jogo não teria exibição na televisão fechada, o clube paulista assinou com a Turner, o Vasco com a Globo. Agora se o Palmeiras vende só para um canal, como ficará? Há 13 jogos das dez rodadas iniciais, que não terão transmissão por assinatura e aberta a negociar. Você lembra como a antiga RBSTV transmitia jogos de Avaí e Figueirense para a região da Capital, jogos do Grêmio e Internacional para Chapecó, dos clubes cariocas para o Vale do Itajaí e dos paulistas para o planalto catarinense e meio oeste catarinense? A partir da MP- 984, os clubes mandantes negociarão, isto quer dizer que você terá que comprar um serviço de streaming e pagar para assistir aos jogos que desejar e isto se eles forem comprados. A CBF, no entanto, diz que - segue a lei. Antes da MP 984, a Globo e Turner dividiam dois contratos distintos, assinados pelos clubes em 2020: um com a televisão aberta, fechada e pay-per-view com a Globo; outro com o Grupo Turner, estendido ao Grupo Globo para transmissões abertas, pelas suas afiliadas e pay-per-view, menos o Red Bull Bragantino que não assinou com nenhum serviço de TV.

Como será e se a justiça deixar, pois há um contrato em vigor.

 

Fim

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 13, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 10, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 06, 2020
Exclusivo

Nossa Jogada

Agosto 03, 2020

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC. Além de colunista no Portal Making Of é comentarista na Rádio Guarujá.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!