Outubro 02, 2019

NSC leva todo comercial para o Morro da Cruz

NSC leva todo comercial para o Morro da Cruz
Reprodução

Há oito anos o Grupo RBS inaugurava a nova sede em Santa Catarina, como símbolo da "história da empresa, inspirado em um novo modo de pensar e fazer comunicação no Estado". No endereço da SC 401, foram unidos o Diário Catarinense, Hora de Santa Catarina, ClicRBS, Hagah, Pense Empregos, Pense Imóveis, Pense Carros, Guia da Semana, Vialog, Kzuka, Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, área de eventos e direção do Grupo no Estado.

Hoje, mais de dois anos administrado pelo grupo NC, a antiga instalação será definitivamente fechada, com o deslocamento para o morro da Cruz do restante da área comercial. Algumas obras de adaptação estão sendo realizadas no antigo prédio que abrigava apenas TV e duas rádios. Esse movimento já levou a redação da CBN Diário para o fundo do prédio, distanciando-se dos estúdios, para acomodar o comercial.

Agrupar empresas com a mesma finalidade e buscar a produtividade da equipe é uma tendência há décadas praticada nos Estados Unidos. Mas esse movimento da NSC só é possível diante da grande redução de produtos e de equipes, em especial a redação do Diário Catarinense. 

 

CBN

Primeiro de outubro marcou 28 anos da rede CNN Brasil. A data foi comemorada discretamente, com registros dos âncoras em seus horários e lembranças de vinhetas antigas.

A CBN é um projeto revolucionário no rádio brasileiro, com quatro emissoras próprias e 28 afiliadas, dividindo a programação nacional com produção local. Essa é uma grande ideia, pois antes dela os grandes momentos do rádio brasileiro foram proporcionados por emissoras que geravam programação de uma só cidade – Rio, São Paulo, Porto Alegre - e eram ouvidas em outros estados via ondas curtas. 

Mais de 200 jornalistas fazem o produto all News da CBN. No futebol, está o único lado fraco do projeto exitoso, pois entra em cadeia a rádio Globo, cujo estilo difere totalmente com vinhetas, sons e apitos dos anos 1950.

 

Tarrafinha

Onde anda o Tarrafinha, grande atração ao final das jornadas esportivas da CBN Diário?

Soubemos que seu autor, locutor e operador Édson Nunes, estava com dificuldades de horário para gravar as brincadeiras. Para "resolver" o problema, a chefia o tirou do ar. Não é uma grande ideia?

 

Se Joga + Maju

O problema de audiência é tão grande no horário, que desde segunda feira, 30, na estreia de Maria Júlia Coutinho, no Jornal Hoje, e do "Se Joga", de Fernanda Gentil, a Globo acabou com o intervalo entre os programas. O jornal simplesmente não encerra e passa direto sem créditos finais. No primeiro dia, o JH apostou em forte noticiário policial, para combater o Balanço Geral, da Record. Segurou a liderança mas perdeu 12% de telespectadores e não conseguiu alavancar o "Se Joga". Este acabou em terceiro lugar na Bahia.

O programa da Gentil e os dois âncoras de suporte abriu o segundo dia se referindo as críticas que havia recebido na estreia, via internet, sobre os três falarem ao mesmo tempo. Aliás, essa característica agitada do Se Joga – gritaria mesmo – pode acabar derrubando o programa de vez.

As experiências anteriores indicam que não funciona combater os concorrentes com as mesmas armas. A tendência é a Globo perder mais audiência ao baixar o nível da programação.

 

SBT

Silvio Santos e Ratinho estão unindo forças entre o SBT e a Rede Massa FM. Uma deverá divulgar a outra, segundo parceria informal que os dois pretendem oficializar no futuro. O cross media pode beneficiar as duas. Ratinho, que está há 21 anos na TV, tem 36 emissoras de FM, inclusive uma em Florianópolis.

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!