Abril 15, 2019

NYT vende anúncios digitais com base em como um artigo faz o leitor se sentir

NYT vende anúncios digitais com base em como um artigo faz o leitor se sentir

Há um ano, o New York Times implementou um projeto de publicidade digital “premium” direcionada de acordo com as emoções experimentadas pelos assinantes do diário durante a leitura das reportagens. Segundo o site Poynter, o "Project Feels" se provou eficiente e já gerou 50 campanhas, mais de 30 milhões de impressões e resultados de receita fortes (o Times se recusa a especificar quanto).

A inovação é baseada em ciência de dados, inteligência artificial e algoritmo que o Times espera ampliar e que outras organizações de notícias estão explorando. Ao contrário dos anúncios que perseguem as pessoas pela internet com base no que é lido, a conexão estabelecida pelo sistema do The New York Times é praticamente invisível para o leitor.

Ao invés de coletar dados como idade, sexo, localização, hábitos, entre outros, o modelo do jornal não faz uso de cookies e está voltado para identificar os sentimentos dos leitores, como inspirado, divertido e aventureiro. Se essas emoções estiveram adequadas à proposta de um determinado anunciante, a publicidade será incluída automaticamente na edição digital da reportagem.

O projeto começou a partir de um trabalho junto a um grupo de voluntários. O Times começou pedindo ao grupo que escolhesse de uma lista de 18 emoções o que sentiam ao ler uma amostra de histórias do veículo. A partir desses dados, o algoritmo utilizado pelo diário criou uma modelagem matemática capaz de identificar qual a combinação de emoções é evocada assim que as reportagens são postadas no site do jornal.

As informações foram traduzidas da matéria da Poynter aqui.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!