Outubro 06, 2019

História da Dança em Florianópolis

História da Dança em Florianópolis
Ballet Desterro 1989

Anos dedicados ao estudo à formação e produção na cena da dança catarinense uniram as trajetórias de Jussara Xavier, Sandra Meyer e Vera Torres.

 

As pesquisadoras dão mais um passo importante para a documentação e valorização da história da dança em Santa Catarina com a implantação da Midiateca de Dança, plataforma que será lançada em dezembro próximo e irá reunir amplo acervo de conteúdo sobre o tema dos últimos 70 anos.

 

Violencia - Grupo Cena 11 - Foto Fernando Rosa

 

A primeira etapa do projeto, com a realização da palestra gratuita "Histórias da Dança em Florianópolis", será nesta segunda-feira, 07 de outubro, das 10h às 12, no Cinema do CIC. A proposta do encontro é promover o debate sobre a dança como modo de conhecimento e área de pesquisa.

 

As autoras falam mais sobre o projeto na entrevista abaixo


Como surgiu a ideia da plataforma? Partiu da falta de encontrar bibliografia sobre o tema? 

Como já realizamos vários projetos na área da dança em conjunto, incluindo a publicação de textos e livros, além de termos muito material disperso, consideramos importante reunir, organizar e disponibilizar esse acervo ao público. A internet é um espaço que facilita o acesso a informação.

Seria difícil, por exemplo, fazer nossos livros chegarem a diferentes pessoas do Norte e Nordeste do Brasil. Ao disponibilizar nosso acervo - que vai além de nossas críticas, artigos e livros, mas inclui vídeos e documentos - pretendemos dialogar com diferentes pessoas e comunidades, ofertar materias para pesquisa, colaborar com processos de produção de conhecimento em dança e nas artes.

Também partimos do desejo de dar visibilidade à produção de dança de Florianópolis e Santa Catarina, mercados frágeis e instáveis para a sobrevivência profissional que, no entanto, possuem iniciativas valiosas e exemplares.

 

Carta de amor ao inimigo - Grupo Cena 11 - Foto Cristiano Prim

 

Como será estruturada da Midiateca?

Midiateca é um conceito ampliado de biblioteca, que não centraliza a atenção nos livros, mas evidencia diferentes suportes de informação, incluindo conteúdos audiovisuais, além de atuar no viés da inclusão digital. 

A estrutura organiza diferentes textos (livros, artigos, trabalhos acadêmicos, críticas e entrevistas), vídeos (documentários, videodanças, registros, teasers), projetos, ações e documentos históricos (fotos, programas, cartazes) principalmente relacionados a dança catarinense.

O conteúdo disponibilizado é essencialmente de nossa autoria, pertencem ao nosso acervo e/ou decorrem da realização de nossos projetos, como o Tubo de Ensaio, ou de nossa participação direta em projetos de terceiros, como o Conexão Sul, a exemplo. 

 

Grupo Tudo de Ensaio


Inicialmente a plataforma irá abrigar a produção de conteúdo da região de Florianópolis. Há planos de expandir futuramente?

Sim, a intenção é a de ampliar para alcançar e destacar, principalmente, conteúdos relacionados as diversas cidades de Santa Catarina. Pretende-se também trabalhar para disponibilizar o conteúdo em espanhol e inglês, com o objetivo de alargar ainda mais o alcance do público, potencializar e intensificar diversas trocas.

 


Um dos objetivos do projeto é organizar um banco de conteúdo dos últimos 70 anos. O que vamos encontrar neste acervo?

O Ballet Desterro, por exemplo. Trata-se de um grupo-referência extinto, muito importante no desenvolvimento da dança cênica profissional não somente para o contexto de Florianópolis, mas para Santa Catarina. Ao realizar uma busca por palavra-chave, o interessado poderá acessar textos, vídeos, fotos, programas e documentos referentes a sua trajetória nas décadas de 1980-1990.  

 

Balet desterro 1989

 

Como pretendem gerar oportunidade de emprego e renda para pesquisadores por meio da plataforma?

Temos o desejo de que a plataforma não seja um site estanque, mas que seja continuamente alimentada com novas informações e conteúdos. Contratar outros pesquisadores é uma meta de continuidade desde projeto, recém-iniciado.

 

SKINNERBOX - Grupo Cena 11 - Foto Fernando Rosa


E sobre a programação de palestras que ocorrerá agora no mês de outubro. Qual a intenção desta agenda? Como as pessoas podem se inscrever? 

É importante dizer que este projeto está sendo realizado por meio do Edital de Apoio às Culturas 2018 da Prefeitura de Florianópolis e tem como contrapartida social a realização de um curso e uma palestra. 

O curso intitula-se Histórias da dança catarinense, será ministrado por nós três - Jussara, Sandra e Vera, e ocorrerá no Auditório da Casa da Memória no Centro de Florianópolis em três tardes de sextas-feiras: dias 11, 18 e 25 de outubro, das 14 às 18 horas.

Na primeira tarde do curso trataremos da formação do cenário coreográfico e do ensino da dança em SC; em seguida, falaremos sobre o contexto artístico catarinense na segunda metade do século XX; e, por fim, no último dia, abordaremos as poéticas da dança em SC nos anos 2000. 

 

 

As inscrições são gratuitas, e podem ser realizadas por email (contato@midiatecadedanca.com) ou no próprio local, vinte minutos antes do início do curso. 

Além deste curso, iremos ministrar a palestra Histórias da Dança em Florianópolis, no dia 7 de outubro, das 10 as 12h, no cinema do CIC. Esta ação também é gratuita e aberta aos interessados. A intenção é a de disseminar a dança como modo de conhecimento e área de pesquisa, contribuindo para diminuir o desconhecimento acerca de seus processos históricos e criativos.

 

 

Pretendemos, também, colaborar com a qualificação do mercado artístico, principalmente, incentivando as novas gerações de pesquisadores e coreógrafos a conhecer e acessar repertórios e contextos precedentes, para que aprofundem seu próprio pensar-fazer dança na contemporaneidade.

Esperamos que os professores de artes nas escolas também se interessem, dado que estudar arte engloba não somente a criação em si, mas articula processos de fruição, crítica e contextualização artística. 

Tags:
social entretenimento Floripa Florianópolis gente festas eventos agenda
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Yula Jorge

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. 
Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!