Dezembro 12, 2019

Policiais civis buscam a isonomia

Policiais civis buscam a isonomia
DIVULGAÇÃO

Delegados de Polícia e policiais civis começaram a visitar os gabinetes dos deputados estaduais para sensibilizar os parlamentares para alterar as regras da aposentadoria para a categoria, que também atinge agentes penitenciários e agentes de segurança (como técnicos do Instituto Geral de Perícias).

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol), Rodrigo Falck Bortolini, e o presidente do Sindicatos dos Policiais Civis, Elmar Schmitt Osório, ganharam o reforço dos delegado Cláudio Monteiro e Luís Felipe Rosado, ambos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), e, além de conversar com o presidente da Assembleia, deputado Julio Garcia (PSD), estiveram com outros parlamentares, como no gabinete de Laércio Schuster (PSB).

O que levantam é a falta de isonomia com os policiais militares e bombeiros militares, sem questionar o direito adquirido por eles na Reforma da Previdência em capítulo à parte, mas que, na opinião dos profissionais de segurança, vai de encontro ao trabalho coordenado entre as categorias, responsável por dar ao Estado os índices de criminalidade violência em decréscimo, com a atuação destacada da polícia judiciária, que com o trabalho de investigação levou a cumprir pena integrantes de facções criminosas.

Será uma grande batalha no Legislativo e um exercício a mais para o Executivo, que têm pouca margem de manobra diante do que foi aprovado pelo Congresso.

 

O ponto

A Minirreforma da Previdência que o governo do Estado enviou à Assembleia prevê as mesmas regras que foram aprovadas pelo Congresso Nacional a policiais federais, rodoviários federais, ferroviários federais, policiais civis do Distrito Federal, policiais legislativos, agentes socioeducativos e agentes penitenciários federais.

Em Santa Catarina, a regra, que será analisada em fevereiro do ano que vem pelos deputados, prevê idade mínima de 55 anos para homens e mulheres, 30 anos de contribuição e 25 anos de exercício da atividade policial – a federal faz distinção e prevê, no mínimo, 20 anos para as mulheres.

 

REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

SEM FARDA E NA PISTA

Um raro momento em que o comandante-geral da PM, coronel Araújo Gomes, aparece sem farda, depois do expediente, como manda a legislação eleitoral, serviu para confirmar o que já se especulava há muito: o secretário de Segurança Pública do Estado na prática (presidente do Conselho Superior de Segurança) é pré-candidato a prefeito da Capital pelo PSL. Araújo é o fato novo na disputa que se avizinha e ainda promete muitos desdobramentos. Na foto, o coronel está entre o secretário Douglas Borba (Casa Civil) e secretário-geral do partido no Estado e o subchefe da pasta, Matheus Hoffmann, coordenador regional da sigla. Depois do registro nas redes sociais, feito por Borba, que confirmou a missão dada ao companheiro de colegiado, Araújo evitou falar sobre o assunto, mas está na pista, como queria o govenador Carlos Moisés da Silva.  

 

Antes

O vereador Pedro Silvestre (de saída do PP e rumo ao PL), o Pedrão, chegou a ser convidado para ser o vice do PSL em Florianópolis, mas recusou, o que para o partido do governador significa, desde já, conversa encerrada.

Chamou muito a atenção a proximidade de Pedrão com o senador Esperidião Amin, e na presença da deputada Angela Amin, ambos do PP, na foto da divulgada pela coluna na edição de quarta (11), na homenagem à Alice Kuerten no Congresso, justamente os apontados pelo vereador como os causadores da saída dele do partido. Pedrão foi convidado do senador Jorginho Mello (PL).

 

Recado direto

Ex-presidente estadual do MDB, o deputado Valdir Cobachilni esteve em Brasília e não deixou de ter aquela conversa direta com o senador Dário Berger.

Cobalchini, que votou em Celso Maldaner para presidir a sigla por entender que Dário não tinha o perfil de formador de partido, afirmou que este foi um ato que não retira a postulação do senador, ex-prefeito de Florianópolis e São José, de concorrer ao governo do Estado, em 2022.

 

O alerta

Cobalchini disse com todas as letras que, para manter o projeto, Dário deve mudar de postura imediatamente e tem apenas uma chance.

As dicas são conversar com a base que o elegeu, estar presente no palanque e fazer campanha para os candidatos do partido na eleição municipal do ano que vem, se importar com aqueles que hoje o veem distante. Baita sinceridade!

 

Tem dessas

Prefeito Camilo Martins (PSD), de Palhoça, um dos maiores colégios eleitorais de Santa Catarina, criou um fato um tanto inusitado a um ano de encerrar o segundo mandato: informa a quem interessar possa que será candidato à “rereeleição” em 2020.

Advogado experiente, Camilo tem uma outra interpretação da legislação, por entender que tomou posse depois da Justiça Eleitoral anular a vitória de Ivon de Souza (então no PSDB, hoje no PSL), em 2012, e que, por isso, “não foi o eleito para o cargo”.

 

Ah, a Constituição!

A Constituição Federal é clara sobre o tema, no artigo 14, parágrafo 5º:

“Presidente da República, governador e prefeito que assumir no decorrer do mandato terá direito a concorrer a uma reeleição”, sem especificar que tenha chegado ao cargo por este ou por aquele motivo, o que também se amplia caso for um integrante do Legislativo a assumir um mandato tampão.

 

SOLEDAD URRUTIA/DIVULGAÇÃO

FORÇA JOVEM

Mais novo vereador eleito em Santa Catarina, o agora mais experiente Filipe Schmitz (foto) foi eleito presidente da executiva da JMDB de Santa Catarina. Parlamentar na Câmara de Antônio Carlos, na Grande Florianópolis, Schmitz tem percorrido o Estado em eventos para motivar a participação de eleitores do segmento nas próximas eleições. No mesmo evento, a convenção estadual, Dirce Heiderscheidt, que já foi deputada e hoje é a primeira suplente na Assembleia, e a deputada Ada de Luca foram reconduzidas aos cargos de presidente e vice do MDB Mulher, com a enorme responsabilidade de garantir os 30% do gênero nas chapas a vereador. Este ano, além de um encontro estadual, foram realizados 10 encontros macrorregionais em Santa Catarina.

 

No tucanato

Dar oxigenação e trazer gente mais jovem, entre 18 e 30 anos, também é prioridade no PSDB que programou, a partir de fevereiro, o programa Jovens Líderes.

Nele estão militantes catarinenses como Guilherme Moura, 23 anos, e Andrieli Krzewinski, 18 anos, de Irineópolis, que, com outros 34 tucanos, participarão de formação política e capacitação a eleição de 2020, depois de uma seleção entre mais de mil inscritos de todo Brasil, onde, além dos currículos analisados, precisaram fazer um vídeo de apresentação e passar por uma entrevista.

 

Desidratado e aprovado

O Senado aprovou nesta quarta (11) o projeto anticrime do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) com a mesma versão desidratada aprovada na Câmara, que agra depende da sanção e vetos do presidente Jair Bolsonaro.

Sem a prisão após condenação em segunda instância e o trecho que ampliava o excludente de ilicitude, tratado por políticos como licença para matar, há a expectativa de que Bolsonaro vete alguns itens incluídos pelo Congresso, como a proposta que o juiz responsável por determinar prisões provisórias ou quebras de sigilo no início de investigações não seja o mesmo que vai julgar o caso no final.

 

ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

AMBIENTE RECEPTIVO

Receber o colar da Ordem do Mérito Industrial das mãos do presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade, não foi a única boa notícia que o presidente Jair Bolsonaro recebeu no encontro promovido pela entidade, em Brasília, nesta quarta (11). Uma sondagem especial com a avaliação do governo dele junto ao empresariado industrial, que ouviu 1.914 líderes do setor entre os dias 2 e 10 deste mês, mostrou que 60% dos entrevistados consideram o governo ótimo ou bom, outros 26% conceituam a administração como regular e apenas 7% avaliam como ruim ou péssimo. A melhor avaliação está entre os empresários da região Sul, até aí sem surpresa alguma, onde o governo é considerado ótimo ou bom para 71% dos entrevistados. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

 

Clima excelente

Não bastasse o clima de otimismo, onde estavam representantes de Santa Catarina, entre eles o prefeito de Jaraguá do Sul Antídio Lunelli (MDB), que foi na condição de empresário, Bolsonaro ainda apresentaria, mais tarde, motivos para o segmento sorrir.

O Comitê de Política Monetária (Copom) cortou a taxa Selic em 0,5 ponto percentual ao ano, 4,5%, o menor patamar desde o início da série histórica em 1986, e olha que, do ponto de vista técnico, o presidente nem tem ingerência sobre a decisão.

 

* CHAPECOENSE: O senador Jorginho Mello (PL) propôs e preside a CPI da Chape, que terá como vice-presidente do senador Dário Berger (MDB) e relator o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) e pretende apurar a situação das famílias das vítimas do acidente aéreo que vitimou 71 pessoas e o porquê do atraso no pagamento de indenizações.

* EM DIA: O governador Carlos Moisés anunciou que o décimo-terceiro dos servidores estaduais será depositado no próximo dia 17 e o salário do mês de dezembro dia 30 deste mês, e ainda que haverá a convocação de 500 policiais militares, a partir de 6 de janeiro, e outros 35 alunos-oficiais da PM.

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 35 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia. Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis), e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, assina uma coluna no Diarinho (Itajaí), faz comentários nas rádios do Grupo RCC (Bombinhas e Nova Trento), na 105 FM (Jaraguá do Sul) e na Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!