Agosto 04, 2020

Programa de Ellen DeGeneres passa por crise após escândalo

Programa de Ellen DeGeneres passa por crise após escândalo

Após acusações de racismo e preconceito contra membros do programa Ellen DeGeneres Show, especula-se que a apresentadora deixará a atração e que o programa de entrevistas chegará ao fim. A informação é negada pelos produtores executivos do programa que, em e-mail interno obtido pelo New York Post, informam que ela voltará ao trabalho em agosto.

Ainda de acordo com a mensagem, apesar da carreira de DeGeneres estar passando por uma crise devido as denúncias, ela não tem intenção de se afastar dos programas dos quais está a frente. A norte-americana planeja se apresentar no dia 24 de agosto para o "Ellen's Game of Games" e no set do "Ellen Show", com estreia prevista para 9 de setembro.

"Ela está lutando para proteger o programa e o que ele representa. Ellen está muito chateada com o que aconteceu e determinada a resolver os problemas. Ela assume total responsabilidade, mas de jeito nenhum está saindo do show", disse uma fonte ligada ao talk show à publicação.

A polêmica teve início quando o site BuzzFeed ouviu relatos de dez ex-funcionários e um atual - que pediram para permanecer no anonimato- e praticamente todos alegaram que o ambiente de trabalho no programa de Ellen DeGeneres é "tóxico". Eles também disseram que passaram por situações de racismo, medo e intimidação enquanto trabalhavam para a atração.

Com a repercussão negativa dos internautas, a conta oficial do Twitter do Ellen DeGeneres Show foi desativada para comentários, o que está causando ainda mais críticas ao programa.

Apesar de DeGeneres não ter o nome envolvido em nenhuma das acusações - os ex-membros da equipe culpam os produtores executivos e gerentes - ela foi criticada por não saber o que realmente acontece nos bastidores do programa.

Em uma carta dedicada aos funcionários, obtida pelo site The Hollywood Reporter, DeGeneres se responsabiliza pelo ocorrido e garante que ela e a Warner Bros, produtora do programa, estão "tomando providências juntos para corrigir os problemas".

"Como crescemos muito, eu não pude controlar tudo e confiei que outras pessoas fariam seus trabalhos da forma como eu gostaria que fosse feito. Claramente alguns não fizeram. Isso irá mudar agora e eu me comprometo em garantir que não vá acontecer novamente", diz Ellen na carta. Ela ainda comenta que prometeu um ambiente de trabalho em que "todos seriam tratados com respeito". Com informações de UOL e Folhapress.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!