RECURSOS PARA A RECONSTRUÇÃO

RECURSOS PARA A RECONSTRUÇÃO
Villaggio Grando/Reprodução

A Vinícola Villaggio Grando, fortemente atingida pelo ciclone bomba que afetou Santa Catarina no dia 30 de junho (vídeo), agiu rápido para recuperar a estrutura danificada pelo vento.

Primeiro foi uma intensa campanha nas redes sociais, informando sobre o episódio e incentivando os consumidores a adquirirem produtos da empresa nos mais diversos pontos de venda, e também na loja virtual da empresa.


Villaggio Grando/Reprodução

Agora uma nova ação promete disponibilizar um lote exclusivo: duas mil garrafas de um Cabernet Franc da safra 2018, que maturava em barris de carvalho. A pré-venda do rótulo Reerguida está sendo feita pela internet. As garrafas serão numeradas, e vão custar R$ 125.

________________

PARA ENCARAR O FRIO


Schornstein/Reprodução

Cervejaria Schornstein, de Pomerode, marcou os 14 anos de fundação com a apresentação de mais um rótulo: uma Baltic Porter, produzida em parceria com cervejeiros da Balbúrdia (Blumenau), Bruxa (São José), Locomotive (Rio Negrinho), River Falls (Joinville) e What’s On Tap (São Paulo).

A cerveja tem coloração marrom escuro, com aromas maltados remetendo a melado e chocolate. O sabor apresenta notas de caramelo e madeira, resultado da adição de chips de castanheira no processo de maturação. São 35 IBU e 8,5% de teor alcoólico, perfeita para ser consumida no inverno.

A apresentação do produto foi bem ao estilo quarentena: através de uma live no IGVT da cervejaria. A garrafa de 375 ml está sendo vendida por, aproximadamente, R$ 35.

________________

 

A PROPÓSITO


Uncommon Goods/Divulgação

Cervejaria Balbúrdia, envolvida no projeto da Baltic Porter acima, tem divulgado outra novidade no bar de fábrica, em Blumenau. É o “bierstacheln”, um ferro em brasa que é mergulhado no copo de cerveja, em frente ao consumidor. No caso em questão a doppel bock da casa. Além de encantar o público, o ferro em brasa modifica levemente a característica da cerveja. Isso porque carameliza o açúcar residual e gera uma espuma quente e super cremosa. No vídeo da fabricante alemã, dá pra compreender como isso ocorre.  

Em agosto do ano passado a coluna já falou dessa técnica e de outros gadgets do ramo de bebidas. Para quem quiser testar o bierstacheln em casa, o produto é oferecido em sites europeus por aproximadamente 35 Euros.

________________

NOVA EMBALAGEM, NOVOS SABORES


Coca-Cola/Divulgação

Fabricantes de refrigerantes continuam ampliando o portfólio com produtos que facilitam a vida do consumidor de drinks. A variedade de tônicas saborizadas não para de aumentar, assim como o número de players nessa disputa. A gigante Coca-Cola, antenada na tendência, apresentou recentemente uma série limitada com quatro variações elaboradas com ajuda de bartenders premiados. Cada receita tem como base o tradicional refrigerante de cola, mas as demais características são bem distintas: defumado, herbáceo, picante e amadeirado. É só abrir a garrafinha, misturar com vodka, gin, whisky ou rum e acrescentar gelo. Pronto! O drink já pode ser servido.

A embalagem vintage tem um apelo também para colecionadores já que imita a garrafa original da Coca-Cola, criada há mais de 130 anos. O produto, inicialmente destinado ao Reino Unido, chega timidamente ao Brasil. Ainda não se sabe se vai ser apenas uma série limitada, ou incluído de vez no catálogo de produtos da empres

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!