Fevereiro 21, 2020

Reforma administrativa pra valer, completa

Reforma administrativa pra valer, completa

Uma reforma administrativa do estado que não inclua a conquista e o aperfeiçoamento do objetivo do estado é um remendo incompleto. O objetivo do estado liberal, de direita, é o sucesso econômico dos cidadãos fora da assistência do estado. Se a proposta de reforma administrativa do governo Bolsonaro – visando enxugar o aparato administrativo do governo – não se importar com, ao fazer isso, aumentar o índice de desemprego e pobreza do pais, ela é uma proposta incompleta que virá piorar ainda mais a situação do Brasil.

A reforma administrativa do estado brasileiro para ser liberal e de direita, tem que incluir a eficientização do objetivo desse estado, dar condições a todos os cidadãos para serem bem sucedidos em suas economias, sem precisar da caridade do estado. Para fazer isso, a reforma administrativa tem que incluir em seu mecanismo uma organização que apoie o sucesso econômico de todos os brasileiros. O mecanismo para se buscar isso – a reforma administrativa completa, que inclui a conquista e o aperfeiçoamento do objetivo do estado – é uma revolução radical da educação, que leve todos os brasileiros a não precisarem de empregos dentro do estado. O que irá garantir o sucesso da reforma administrativa do estado, tornando-a completa, uma reforma pra valer.

Para isso, o sistema educacional integral, corretamente definido, tem que dividir seu tempo diário ao meio. Metade do dia assumir a responsabilidade total pelo sucesso das carreiras de vida, trabalho e empreendedorismo de todos os brasileiros, do nascimento à morte, com ajuda da revolução comunicacional-informacional que está aí. Na outra metade de seu tempo diário, essa educação do futuro injeta em tais carreiras as tais matérias básicas acadêmicas – matemática, línguas, ciências, etc. – devidamente combinadas com os interesses de tais carreiras.

Sem um mecanismo que garanta empregos e rendas satisfatórios para todos os brasileiros fora do estado, essa reforma administrativa incompleta que está ai não passa de uma piada para pôr mais dinheiro no bolso dos políticos corruptos do país. A reforma administrativa do estado que não garanta a conquista e o aperfeiçoamento do objetivo do estado – no caso do estado liberal, de direita, garantir o sucesso da vida, trabalho e empreendedorismo ‘privados’ de todos os cidadãos – será apenas um remendo de reforma que não irá resolver o problema do Brasil, o problema dos brasileiros, desemprego e pobreza.   

*Ricardo Luiz Hoffmann é Formado em direito, técnico em assuntos educacionais da Universidade Federal de SC, aposentado.

Tags:
artigos opinião especialistas
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!