Julho 08, 2020

Streaming é 2º maior ibope do país; só perde para Globo

Streaming é 2º maior ibope do país; só perde para Globo

No Brasil, os serviços de streamings já ultrapassaram os números da TV por assinatura e só perderam para Globo na audiência no mês de junho.

Segundo dados do Ibope, divulgados pela coluna de Ricardo Feltrin, do UOL, no mês passado, o consumo de streaming foi de 7,0 pontos e 15% de share no Brasil, na faixa entre 7h e 0h (faixa comercial). Ou seja, entre 100 aparelhos de televisão ligados, 15 estavam transmitindo algum conteúdo em streaming.

Um adendo: cada ponto equivale a 250 mil domicílios sintonizados nas 15 maiores regiões metropolitanas do país. Além disso, os números poderiam ser ainda maiores, já que a pesquisa não contabiliza os aparelhos celulares e tablets.

De todas as emissoras abertas na faixa 7h à 0h (e também nas 24 horas) a única que tem maior audiência que o streaming é a Globo (15,0 pontos 32,6% de share). A Record fechou junho com média 5,5 pontos e 12% de share; O SBT marcou 5,0 e 10,8%; a Band teve 1,5 ponto e 3,2%; por fim a RedeTV registrou 0,6 ponto e 1,4%.

O streaming "tomou" a segunda colocação de toda a TV por assinatura, que até pouco tempo atrás era, como conjunto, a vice-líder de ibope (somando-se todos os canais, claro). Em junho os canais pagos somados marcaram 6,3 pontos. Foram sete décimos a menos que o conteúdo em streaming.

É bom sempre lembrar que streaming não é apenas Netflix (embora a empresa seja de longe a mais consumida). A coluna destaca que isso inclui ainda YouYube, Amazon Prime, GloboPlay, PlayPlus e até eventualmente conteúdo adulto consumido pela internet (como o xvideos, por exemplo).

Tags:
web
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!