Agosto 28, 2020

Tem uma mulher nua passando atrás de você!

Tem uma mulher nua passando atrás de você!

Dando um tempo no formato temático de Cine & Séries, mas garantindo a leitura semanal para quem segue a coluna. Toda sexta-feira,  uma nova "Crônica em Quarentena" e, claro, dicas de filmes e séries para amenizar esses tempos difíceis de pandemia e isolamento social. Fiquem bem!

_________________________________________________________________________

 

Tem uma mulher nua passando atrás de você!

Ouvi o ótimo humorista Paulo Vieira dizer que tinha medo de abrir a geladeira à noite e encontrar uma live lá dentro! Ri muito e o entendi porque desde o início da pandemia - e consequente isolamento social- as lives passaram a proliferar. Para quem não está acostumado com o termo: no contexto digital significa "ao vivo". Na internet, lives  são as apresentações ao vivo de músicos, atores, entrevistadores e também de outros segmentos.

Essa foi a saída encontrada para evitar a platéia e aglomeração de pessoas. Diante dos riscos de contágio da Covid-19, as casas de espetáculos e de eventos e as salas de cinema fecharam. As emissoras de TV também suspenderam a gravação de novelas e a transmissão de programas ao vivo com claque.

É difícil determinar quem começou, mas lembro que logo no início havia muitas lives  de cantores sertanejos. Depois vieram grandes nomes da MPB como Milton Nascimento, Elza Soares e Caetano Veloso. A produção é sempre muito simples, a maioria em ambiente caseiro, às vezes até de pijama na cozinha, como fez a Ivete Sangalo. Os mundos corporativo e político também apelaram para as reuniões através de videoconferências.

Acontece que transmissões ao vivo podem gerar muitas gafes, principalmente pelos inexperientes, e foi o que aconteceu. Uma das mais divertidas envolveu o apresentador Fábio Porchat durante a entrevista feita de casa com Guilherme Boulos, candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSOL. Boulos estava respondendo uma pergunta quando percebeu algo estranho. Era a mulher do apresentador, passando curvada atrás dele, usando APENAS uma toalha na cabeça. Boulos disse "olha, alguém passou pelada atrás de você". Porchat respondeu meio constrangido que era a mulher dele, saindo do banho. Boulos teve um ataque de riso tão grande que foi difícil continuar a entrevista.

Já o cantor sertanejo Flávio Brasil quis fazer uma entrada triunfal e chegou de charrete no local da live, mas o cavalo Curió tinha outros planos e saiu em disparada, levando o músico embora.

Enquanto os colegas discutiam sobre a questão do corte de árvores , durante uma sessão virtual na Câmara de Bragança Paulista, o vereador Ditinho do Asilo (PSC) cheirou uma calcinha. Ele pegou a peça íntima – segundo ele , presente jocoso de um amigo – olhou, esticou e cheirou, esquecendo que sua câmera estava ligada.

Escatológica também foi a cena patrocinada pelo procurador Paulo Prado durante sessão do TJMT (Tribunal de Justiça de Mato Grosso) que soltou não um, mas dois puns, esquecendo que o microfone estava ligado. O advogado que falava naquela hora chegou a emudecer. Depois, o procurador se desculpou pela "deselegância"!

Bem, já aconteceu (quase) tudo: apresentadora no ar e o marido tomando banho ao fundo; o vereador gaúcho que foi agradecer "à mulher de sua vida" e disse o nome da ex e não da atual; a cantora Ludmila escorregando e caindo na piscina de casa durante a música; cantor famoso exagerando na bebida e na fala; banda saindo correndo com a chegada equivocada da polícia etc...etc...

Teve ainda colunista com acesso de tosse interminável no final da entrevista para o jornalista Marcelo Fernandes ,na Rádio RWB. Ops! Essa fui eu...mas diante dos casos relatados acima, foi apenas uma mini-gafe. Coisa pouca, né, gente? Cof,cof,cof...

(Brígida De Poli)

_________________________________________________________________________

 

MENSAGENS PELO 3° ANIVERSÁRIO DA COLUNA

De:Dedé Ribeiro

Parabéns pelo aniversário! Quem ganha o presente sou eu, a cada sexta-feira!

De: Bete Nogueira

Parabéns, Brígida, pelos textos recheados de dicas, pelos ricos comentários e pelo fôlego de manter a coluna trazendo sempre assuntos interessantes sobre cinema. Acho que de tanto bateres na tecla das séries acabei me interessando, embora ainda não seja daquelas que não vive sem. Falando isso, assististe a francesa "10 por cento"? É sobre uma empresa que agencia atores e atrizes. É bem dinâmica e cada capítulo mostra a negociação com famosos como Cécile de France e Juliette Binoche.

De: Celso Vicenzi

Parabéns, Brígida! Além das boas dicas de cinema ainda tem as belas crônicas.

De: Cida Garcia

Adoro a coluna, os textos, as dicas de filmes, as crônicas que aliviam o peso dessa pandemia. Que possamos nos deliciar com esses presentes de sexta-feira por muitos e muitos anos.

De: Ruti Costa

Nossa, já faz três anos?!! Parabéns, mais que merecido.

De: Vera

Parabéns. É muito bom ler sua coluna, pego muitas dicas de filmes e séries que você passa. Abraços.

_________________________________________________________________________

 

FILMES, SÉRIES, FESTIVAIS E STREAMING DE GRAÇA

HBO

Dr. Sono – direção: Mike Flanagan – 2019

Baseado em livro homônimo de Stephen King, esse filme veio com a aura de ser uma sequência do O Iluminado, um dos melhores filmes de terror da história. Mas não se entusiasme, pois Dr.Sono fica muito aquém do filme de Stanley Kubrick. Quem gosta do gênero fantasia+terror até vai curtir, mas achei um pouco tedioso. Entretanto, o próprio Stephen King elogiou a versão, em comparação à de Kubrick que ele detestou.

Sinopse:A história mostra como Danny Torrance (Ewan McGreggor) tentou durante toda vida lidar com o que aconteceu no Hotel Overlook há 40 anos. Foi lá que seu pai, Jack Torrance  foi à loucura e o garoto descobriu ter dons paranormais. Destruído pelo alcoolismo, Danny faz de tudo para ter paz e se entender. Mas ele acabaria se conectando com a mente de Abra (a estreante Kyliegh Curran), uma adolescente com poderes semelhantes.

 

O Iluminado – direção: Stanley Kubrick – 1980

A HBO/Net teve a ótima ideia de disponibilizar o original. Quem não viu vai perceber quantos filmes mais novos "beberam nas águas" de Kubrick.  A base é outro filme de Stephen King, The Shinning.

Jack Torrance, vivido por Jack Nicholson, se emprega como zelador do Hotel Overlook, nas montanhas do Colorado, na tentativa de curar seu bloqueio como escritor. Junto estão a mulher Wendy e o filhinho Danny, que tem premonições e visões, enquanto Jack começa a enlouquecer. Esse talvez seja o papel mais famoso de Nicholson.

***

 

NETFLIX

Crimes de família – direção: Sebastián Schindel - Argentina

Uma história forte sobre uma família classe média alta argentina que enfrenta dois julgamento: o do filho Daniel acusado de agredir e estuprar a ex-mulher e o da empregada, Gladys, acusada de um crime que só vamos sabendo aos poucos, então não vou dar spoiler. O centro da trama é Alicia, a mãe de Daniel, que faz de tudo para defender o filho que jura inocência. Um dos aspectos importantes do filme é como a Justiça trata de forma diferente os réus de acordo com a classe social. Outro ponto forte é o desfecho.

Alicia é interpretada pela ótima Cecília Roth, estrela de um dos melhores filmes de Pedro Almódovar, Tudo sobre minha mãe.

 

Coisa mais linda – 02 temporadas  - dir: Heather Roth, Giuliano Cedroni

O Brasil também produz séries para a Netflix.  Essa produção é super cuidada e mostra, entre lindos cenários e trilha sonora adorável, que alguns problemas de então não se esgotaram no Brasil de agora.

Sinopse:Na São Paulo do final da década de 50 está Maria Luiza, uma moça conservadora e completamente dependente de dois homens: seu pai, Ademar, e o marido dela, Pedro. Sua vida toma um rumo completamente diferente quando Pedro desaparece ao viajar para o Rio de Janeiro a fim de montar um restaurante. Maria Luiza, é claro, segue os rastros do marido, mas acaba transformando o sofisticado negócio numa casa noturna. Em terras cariocas, a jovem descobre então um novo mundo na companhia de mulheres feministas e liberais e ao som da Bossa Nova. (Adoro Cinema)

***

 

PLATAFORMAS DE GRAÇA

VIX Cine e TV

Esta é uma plataforma de streaming que permite acesso a diversos filmes e séries sem precisar de assinatura. Lançado pela empresa americana VIX, o serviço estreou no Brasil este mês. O catálogo conta com mais de mil horas de conteúdo em português e o site dispensa a necessidade de fazer login. As produções podem ser acessadas pelo PC, na versão web, ou em aplicativos para celulares Android e iPhone (iOS). A parte ruim são as enormes inserções de propaganda no meio do filme.

***

 

Canal Pluto

E vem aí mais um streaming gratuito: a Viacom CBS anunciou a chegada do Pluto TV, que traz o conteúdo de 24 canais e filmes sob demanda, com acesso via smartphones, web e smart TVs. Aguardando...

***

 

FESTA DO CINEMA ITALIANO

Lembrete importante: começa hoje a exibição gratuita dos filmes . Por enquanto escolhi dois para ver, mas a programação é bem grande e diversa. Veja aqui.

 

Nápoles Velada – direção: Ferzan Özpetek

Em uma Nápoles suspensa entre magia e superstição, loucura e racionalidade, um mistério rodeia a existência de Adriana (Giovanna Mezzogiorno) oprimida por um amor súbito e um crime violento.

 

Uma questão pessoal – direção: Paolo e Vittorio Taviani

Há outro filme baseado na obra de Beppe Fenoglio,  mas essa  versão traz a assinatura de respeito de Paolo Taviani (em seu primeiro filme na direção sem o irmão e parceiro de longa data, Vittorio, que morreu  em 2018). A trama se passa durante a 2ª Guerra Mundial, onde o partisan  Milton (Luca Marinelli) parece estar cego para todas as coisas que acontecem ao seu redor e, apesar do ambiente de batalha,  decide perseguir um amigo para esclarecer uma história ligada a uma garota em que ambos tinham interesse

_________________________________________________________________________

 

EXTRA, EXTRA

Um dos meus atores favoritos fez 90 anos na última terça-feira, 25/08. Gosto tanto que ele foi um dos raros a ganhar uma edição especial de Cine&Séries. Bonito, charmoso e talentoso! Leia aqui.

Happy birthday, Sir Sean Connery!

_________________________________________________________________________

THE END

(*) Fotos reprodução/divulgação

Tags:
cinema séries beijos de cinema arte cultura séries de TV netflix
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Brígida Poli

Brígida Poli

Jornalista, cinéfila desde criancinha e maníaca por séries de TV desde "Os Sopranos". Não se considera crítica de cinema, pois não consegue deixar o coração de lado na hora de avaliar um filme. Adora falar e escrever sobre o assunto e tenta chamar a atenção para as grandes obras cinematográficas que as novas gerações desconhecem. Concorda com o mestre Federico Fellini quando ele disse que "o cinema é um modo divino de contar a vida".

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!