Setembro 25, 2020

Tribunal do impeachment de Moisés e vice inicia trabalhos

Tribunal do impeachment de Moisés e vice inicia trabalhos
ROBERTO AZEVEDO

O Tribunal Especial de Julgamento do impeachment do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e da vice-governadora, Daniela Reinehr, por crime de responsabilidade na equiparação salarial dos procuradores do Estado, iniciou nesta manhã, 25, os trabalhos oficialmente, com a sessão de instalação do colegiado.

A sessão, que ocorre no Plenário Deputado Osni Régis, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em Florianópolis, marcada para as 10h, teve um pequeno atraso. Deputados e desembargadores sentaram lado a lado em posições intercaladas.

Os trabalhos serão presididos pelo desembargador Ricardo Roesler, presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Além da instalação da comissão, na reunião, foi sorteado o relator da denúncia contra Moisés e Daniela, o deputado Kennedy Nunes.

O desembargador Ricardo Roesler prevê julgamento do relatório, que deve pedir o afastamento de Moisés e Daniela, para a segunda quinzena de outubro.

O colegiado é composto pelos deputados Laercio Schuster (PSB), Luiz Fernando Vampiro (MDB), Kennedy Nunes (PSD), Maurício Eskudlark (PL) e Sargento Lima (PSL) e pelos desembargadores Claudia Lambert, Rubens Schulz, Sérgio Rizelo, Carlos Alberto Civinski e Luiz Felipe Schuch.


Notas rápidas:

- Advogada da vice-governadora, Ana Cristina Blasi afirma que protocolará um pedido de adiamento de prazo para a defesa se manifestar, antes de iniciada a sessão do Tribunal Especial de Julgamento do impeachment na Assembleia.



- Deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB) justifica ausência por um teste de Covid-19. O presidente do Tribunal Especial, desembargador Ricardo Roesler, abriu a sessão e disse que o julgamento deve ter “a verdadeira causa da Justiça: o bem social”.

 

- Presença ínfima de jornalistas na Assembleia, sinal de que, para a maioria, a instalação do Tribunal Especial só mantém o roteiro para o afastamento. Os profissionais tiveram o acesso presencial liberado pelo parlamento.

 

-Em um dos 40 itens colocados para análise do colegiado, pelo menos um chama a atenção: deputado fazer apartes em no máximo cinco minutos. E ainda considerar que necessita ser em tom respeitoso, sem ofender o governador e a vice.

 

- Só deputados fizeram apartes nos primeiros 45 minutos de trabalhos do Tribunal Especial. A maior parte deles pelo deputado Kennedy Nunes (PSD). Será um exercício de paciência para os desembargadores.

 

- Deputado Kennedy Nunes, do PSD, um dos maiores adversários declarados do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e da vice-governadora Daniela Reinehr é escolhido relator do Tribunal Especial de Julgamento do Impeachment. Houve comemoração, por parte de assessores e alguns deputados, durante a divulgação do resultado no Tribunal Especial de Julgamento do Impeachment. Acompanhe:

- Desembargador Ricardo Roesler prevê julgamento do relatório, que deve pedir o afastamento de Moisés e Daniela, para a segunda quinzena de outubro.

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 35 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis) e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!