19.3 C
fpolis
19.5 C
fpolis
sexta-feira, 27 maio, 2022

A pandemia e os novos hábitos de consumo

Últimas notícias
A pandemia e os novos hábitos de consumo
Reprodução
Dia 15 de março é o dia do consumidor. Sempre lembrada como mais uma data de promoções e descontos, acredito que podemos ir além do calendário e fazer uma reflexão ano a ano sobre o comportamento de quem compra. Em um cenário de pandemia, a reflexão passa a ter ainda mais importância. Já sabemos que os clientes e os seus hábitos de consumo mudaram com o passar dos anos e com a evolução tecnológica, mas no contexto atual alguns processos acabaram sendo acelerados. O consumo online e o fortalecimento das jornadas de compra digitais são dois exemplos que já eram esperados para os próximos anos, mas foram impulsionados pela pandemia de Covid-19 e pelo isolamento social.

Só para exemplificar o que digo, trago o relatório Webshoppers da Ebit|Nielsen. Segundo os dados divulgados, no primeiro semestre de 2019, o comércio eletrônico brasileiro faturou R$ 26,4 bilhões. Nesse mesmo período em 2020, o valor saltou para R$38,8 bilhões, se tornando o maior faturamento do e-commerce no país nos últimos 20 anos. E claro que o perfil dos consumidores também mudou. Agora, por conta de todos os cuidados necessários e a crise trazida pela pandemia, o cliente tem se informado e sido mais ativo na hora da compra. Os gastos não são mais impulsivos e sim baseados em pesquisas e avaliações.

Não podemos mais pensar que o cliente é um agente receptor. Ele tem estabelecido prioridades e se preocupa com outros detalhes na hora de comprar. O consumidor brasileiro é um belo exemplo, hoje ele se preocupa com a comodidade, logística e experiência proporcionada no momento da compra. Por isso, quero lembrar a importância do comportamento das empresas online. Todos gostamos de economizar quando compramos algo, mas não é só a promoção que atrai clientes. Facilidade na escolha do produto, informações completas, acesso a avaliações, possibilidade de acompanhar a entrega e uma experiência rápida e simples em todo o processo. Os consumidores procuram, antes de tudo, tranquilidade para adquirir o que desejam.

Hoje, é importante entender como o seu negócio está no meio digital. Assim, será possível trazer melhorias e dar uma experiência mais qualificada aos seus clientes e aos futuros. Devemos lembrar que a passividade do agente receptor não existe mais no comércio online. Toda a jornada de compra se tornou importante, e é essa experiência que trará diferença para os seus resultados.

*Por Clarissa Antunes, fundadora e diretora executiva da VOCALI.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Colombo enfrenta adversários dentro do PSD

Pelo menos três personalidades do cenário eleitoral catarinense, pré-candidatos assumidos, já receberam sinalizações do deputado Julio Garcia e de...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }