13.7 C
fpolis
14.5 C
fpolis
segunda-feira, 23 maio, 2022

A que ponto chegamos!

Últimas notícias
A que ponto chegamos!
Live do Presidente Jair Bolsonaro é derrubada por conter informações falsas. Imagem Youtube.

Mente, mente, somente. Mais uma vez o Presidente usa de sua popularidade para prestar um desserviço à nação. Não bastasse as pirotecnias para receitar remédios sem eficácia contra a Covid-19, chamar de gripezinha os sintomas de um vírus letal e que matou mais de 600 mil brasileiros, mais uma vez ele atenta contra a vacina. O Presidente do alto de sua viu e “maldosa ignorância” disse que a vacina contra Covid-19 está causando Aids.  Isso poderia ser uma piada caso a educação no Brasil fosse valorizada e o analfabetismo  funcional não atingisse tanta gente.

 

A piada veio pronta, mas não era piada, e sim mais uma live do Presidente revestida de perversidade. Bolsonaro quer sustentar a narrativa anti-vacina para tirar o foco dos resultados da CPI da Covid-19 que lhe atribui pelo menos 9 crimes, mas também para manter as bases dos seguidores radicais e que adoram uma teoria da conspiração, mas para isso conta com mais uma mentira deslavada. Os fins não justificam os meios e mais uma vez o Presidente mentiu para a sua base eleitoral,  que agora se desdobra com narrativas distorcidas para tentar defender o indefensável.

 

Mentira não é liberdade de expressão, mentira não é uma prerrogativa da democracia, mentira é mentira e não se justifica principalmente quando proferida por um Presidente. Para deixar bem claro: fake news é mentira, notícia falsa é mentira, mentira é mentira. Se você acreditou na tese da gripezinha, da Cloroquina anti-Covid-19 e pensa que vacina faz mal e ainda dá ouvidos a esse cidadão, infelizmente você não é uma pessoa bem informada, apenas está sendo enganado e servindo de massa de manobra.

 

A live do Presidente que atribuía à vacina a contaminação por Aids foi removida pelo Youtube, Instagram e Facebook e agora a CPI da Covid-19 pede quebra do sigilo telemático com a intenção de banir o Presidente das redes sociais por representar risco ao país pela proliferação de notícias falsas, por mentir. A pandemia só vai ser contida com as vacinas, assim como a economia também só vai voltar a normalidade quando a população estiver vacinada e mentir sobre a vacina não é função de um cidadão de bem, muito menos de um Presidente.

Janine Alves
Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Mourão elogia Moisés, mas já era esperado

O eloquente general Hamilton Mourão, vice-presidente da República, rasgou elogios ao Estado de Santa Catarina e à forma como...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }