Outubro 28, 2020

Ah, Frida! Ela é tema do projeto Museus Virtuais desse Dia das Bruxas

Ah, Frida!  Ela é tema do projeto Museus Virtuais desse Dia das Bruxas

 

Eu fui ao México por causa de Frida! Na minha casa tenho dois quadros dela e mais um ímã de geladeira: "Onde não puderes amar, não se demore".

Frida é um mundo de cores vibrantes que destacam, em sua maioria, as peculiaridades da cultura mexicana. Talvez, assim possa ser resumida as obras de arte de Magdalena Carmen Frida Kahlo Calderón, ou apenas Frida Kahlo, artista mexicana referenciada mundo afora.

Esta trajetória volta a ser tema em mais uma sessão Projeto Museus Virtuais, realizado pelo Instituto Maratona Cultural, confirmada para este sábado (31), às 15h, através do Instagram e do Youtube.

 

A visita virtual, como de costume, será conduzida pelo arte-educador Claudio Toscan e contemplará a história de vida, luta, paixão, amor e arte de uma das mulheres mais influentes do século XX, através de uma visita virtual pela casa em que a artista viveu, hoje Museu Frida Kahlo, na Cidade do México. Também na capital mexicana, será feita uma visita ao Museu Dolores Olmedo, onde é possível apreciar uma exposição significativa da pintora e de seu marido Diego Rivera

Vale lembrar que o "Museus Virtuais" consiste em uma visita virtual gratuita por museus e galerias de todo o mundo, conduzida por um arte-educador, e com auxílio de ferramentas como Google Art Project. O projeto Museus Virtuais 2020 é uma realização do Instituto Maratona Cultural por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Florianópolis, com apoio cultural do Corporate Park.

E, se você não assitiu o filme sobre ela, asssita! Vai ficar mais legal a visita ao Museus ;-)

*****

 

Ilha de Encantaria!

Gente, a contação de histórias para crianças e adultos traz a Palhaçaria para reviver "en-cantos" de Florianópolis em transmissão ao vivo no Youtube da Traço Cia de Teatro. 

Olha que lindo, a Débora de Matos, atriz, palhaça e nativa da Ilha, visitou cinco comunidades da Grande Florianópolis (Barra da Lagoa, Rio Tavares, Sambaqui, Pântano do Sul e Enseada do Brito) para resgatar narrativas, cantigas e brincadeiras junto às rendeiras, benzedeiras, pescadores e moradores. 

 

"Nasci em Florianópolis, em 1980, e vivi de modo ainda muito intenso a presença de histórias, lendas e personagens que me permitiram uma infância regada pela magia e pelo fantástico de nossas culturas e tradições. E é esse sabor da infância que me levou a desenvolver a pesquisa Contos e Encantos numa Ilha de Magia", conta Débora.

O projeto foi contemplado com o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2019, da Fundação Catarinense de Cultura e viabilizou a coleta das histórias e o mergulho num processo de criação mediado pela Palhaçaria.

O resultado, Ilha de Encantaria, é uma contação de história carregada de singularidade, "como uma rede de pescaria ou um trabalho em bilro, sinto a alegria de ir tecendo, nó a nó, ponto a ponto uma malha de encantaria", completa a atriz.

A obra tem classificação livre e estreia em formato virtual por meio de transmissões ao vivo (lives), gratuitas, nas quais os espectadores poderão interagir com a palhaça Esmeralda (Débora) e conversar ao final das apresentações, que duram cerca de 30 minutos.

Em função das recomendações adotadas na cidade em relação ao Covid-19, o encontro será no canal no YouTube da Traço Cia. de Teatro (@tracoteatro) – uma companhia reconhecida pela prática e pesquisa em Palhaçaria e que abraça o trabalho da atriz desde o ano de 2001.


SINOPSE

Você sabe manter um segredo? Pois essa é uma ilha que guarda o mistério das águas. Um lugar protegido pela magia, onde os ventos cantam e dançam sua existência. Um mundo no qual as pedras escondem a força do sagrado enquanto o profano rodopia em travessuras. Assim, o secreto se move na ginga da terra, com um corpo de memórias, coberto com cicatrizes de encantaria.

Ilha de Encantaria, uma poção mágica com histórias vividas, lembradas e inventadas, coletadas em entrevistas, encantadas por muitas mãos e contadas na feitiçaria da palhaçaria.

Amei muitooooo!

*****

 

Elas por elas      Foto RMCOM

Equipe feminina da Smart Lipo pronta para atender a demanda de pré-verão na área de estética em Florianópolis. O segmento foi um dos menos afetados pela crise, cê acredita? As belas da cidade estão em dia com os cuidados!

*****

 

Falando em beleza...   Foto Marlon Silva

O cuidado com a pele é um assunto que a médica Ana Carolina Barreto aborda diariamente em sua clínica. Cuidar da saúde da pele é tão importante quando a estética, e a dermatite atópica é uma das doenças de pele mais comuns, porém que incomoda muitas pessoas, já que causa coceiras, vermelhidão e descamação.

Entre os fatores que desencadeia as crises, está o psicológico, muito abalado por conta da Pandemia. Por isso, a Dra. Ana Carlina Barreto, graduada em Medicina pela Unisul, Fellow em Dermatologia pelo Hospital da Universidade de Coimbra, com especialização em alergia e imunologia fará uma palestra online gratuita sobre esse assunto, via zoom, hoooooje, 28 de outubro, às 19h, a convite da Liga Acadêmica de Dermatologia da Unisul.

Inscrições online, pelo link no instagram @ladermunisulpb

*****

 

 

Night Run    Foto Gabriel Vanini

Uma noite de esporte e muita diversão. Assim promete ser a edição 2021 da tradicional corrida Night Run Costão do Santinho, agendada para o dia 30 de janeiro, na Praia do Santinho, em Florianópolis.

A prova, conhecida por abrir o calendário anual de corridas para muitos atletas, chega à sua 10ª edição e promete surpreender ainda mais os 2000 participantes previstos.

Para quem não quer perder por nada, as inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até o dia 25 de janeiro, seguindo a mudança de valor conforme os cinco lotes disponíveis, através do site www.ticketagora.com.br.

*****

 

Tags:
social entretenimento Floripa Florianópolis gente festas eventos agenda
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Yula Jorge

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. 
Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.

Comentários